Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

FIM DA POLÊMICA

PL confirma filiação de Bolsonaro para 30 de novembro

R7 Brasília

O Partido Liberal (PL) confirmou que Jair Bolsonaro vai integrar a legenda para concorrer às eleições de 2022. O PL afirma que se reuniu com o presidente da República nesta terça-feira (23), quando ele e o presidente do partido, Valdemar Costa Neto, definiram a filiação e a data da cerimônia.

A filiação será oficializada em 30 de novembro, em evento em Brasília. Na semana passada, o partido comandado por Valdemar Costa Neto cedeu a algumas exigências feitas por Bolsonaro, na tentativa de garantir o ingresso do chefe do Executivo.

Após reunião com a cúpula do PL, Costa Neto recebeu carta branca para cuidar do processo de filiação de Bolsonaro. Uma das principais decisões tomadas pelo partido é não fazer alianças nas eleições do ano que vem com partidos ou políticos que sejam adversários do presidente da República.

Antes dessa reunião, Bolsonaro e Costa Neto discutiram, e o PL cancelou a cerimônia que confirmaria a entrada do mandatário no partido. O presidente ficou insatisfeito, por exemplo, com o apoio do diretório do PL em São Paulo à candidatura do vice-governador paulista, Rodrigo Garcia (PSDB), ao posto de governador do estado.

Leia Também:  Senado deve votar isenção de ICMS para igrejas na 3ª feira

Bolsonaro não aceitava esse posicionamento, pois entende que o PL estaria dando palco a um dos seus principais rivais políticos, o governador João Doria (PSDB-SP), que se coloca como pré-candidato do PSDB ao Palácio do Planalto.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política

Wellington Fagundes prevê “boom” no PL após filiação de Bolsonaro

Da Redação com Assessoria

Um dos principais articuladores da filiação do presidente Jair Bolsonaro ao PL, o senador Wellington Fagundes destacou a importância do presidente para a sigla.

“Provavelmente, mais de 20 deputados federais, 4 ou 5 senadores a mais, candidatos, deputados estaduais no Brasil inteiro, governadores… Todas essas importantes personalidades agora comporão um quadro político onde conseguiremos fortalecer, ainda mais, o Governo Bolsonaro”, afirmou o senador.

Além do presidente e do senador Flávio Bolsonaro, também se filiaram, na sede do PL em Brasília, os ministros Onyx Lorenzoni (Trabalho), Tarcísio de Freitas (Infraestrutura) – que deve disputar um cargo de senador por São Paulo ou Goiás -, e Rogério Marinho (Desenv. Regional). O deputado federal Eduardo Bolsonaro, deve se filiar em breve à sigla.

De Mato Grosso, filiaram-se coronel Fernanda e o deputado estadual Elizeu Nascimento. O deputado federal Nelson Barbudo garantiu a filiação assim que pegar a liberação da União Brasil.

O deputado Eduardo Bolsonaro agradeceu o Estado de Mato Grosso pela popularidade da família, comprovada em pesquisas de opinião. “A gente agradece o apoio de todo o povo do Centro-Oeste, em especial Mato Grosso. Onde o povo trabalha, onde o agro é pujante, o presidente circula bem. Então agradecemos o apoio de vocês”, finalizou o deputado.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Mato Grosso registra 363.848 casos e 9.840 óbitos por Covid-19
Continue lendo

vídeo publicitário

LEGISLATIVO

EXECUTIVO

JUDICIÁRIO

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA