Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

INVESTIMENTOS

Governo de MT destina R$ 6 mi para realização de procedimentos oftalmológicos no Instituto Lions

GOV MT – Assessoria

O Governo de Mato Grosso anunciou neste sábado (09.10) o repasse de R$ 6 milhões, por meio do Programa Mais MT Cirurgias, para o Hospital Filantrópico de Oftalmologia Lions da Visão. O repasse será feito conforme produção. A estimativa é de que sejam realizados 56 mil procedimentos ambulatoriais e cirúrgicos via Sistema Único de Saúde (SUS).

“Hoje o programa Mais MT Cirurgias tem disponível mais de R$ 100 milhões para investir em cirurgias eletivas em parceria com os hospitais e municípios. Dessa forma, vamos conseguir minimizar dores e salvar vidas de muitas pessoas. Esse recurso destinado para o Instituto Lions da Visão vai ajudar milhares e milhares de mato-grossenses que poderão ter a oportunidade de recuperar sua visão e voltar a enxergar com qualidade. Isso não tem preço”, afirmou o governador Mauro Mendes.

A expectativa do secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, é que essa parceria “zere” a fila por atendimentos oftalmológicos em Mato Grosso.

“Existe uma demanda expressiva de atendimentos na área oftalmológica que congestiona o Sistema de Regulação. Com a inauguração desse hospital, em parceria com o Governo de Estado, vamos trabalhar incessantemente para acabar com a fila de espera por esse procedimento para nenhum mato-grossense deixar de enxergar o crescimento do nosso Estado”, acrescenta Gilberto.

O anúncio do aporte financeiro ocorreu durante a inauguração da nova sede do hospital. A obra de construção estava parada há 10 anos. A retomada das obras foi assinada em outubro de 2020, pelo governador Mauro Mendes, com a destinação de recursos estaduais via convênios totalizados em R$ 2 milhões.

Emocionado com a entrega da obra do Hospital, o presidente do Instituto Lions da Visão em Mato Grosso, Whady Lacerda, agradeceu as parcerias e parabenizou os voluntários que trabalharam ao seu lado na realização de um sonho.

Leia Também:  Ministro do Turismo é indiciado por esquema de laranjas do PSL

“Este é um momento muito importante e feliz porque estamos entregando ao necessitado um serviço que muitos estão precisando. Agora, os carentes vão contar com um hospital moderno e de alta qualidade. Isso só foi concretizado graças a muita gente que ajudou, como deputados, senadores, o governador e voluntários”, lembra Whandy.

Além do apoio do Governo do Estado, o Instituto recebeu doações voluntárias de apoiadores e também da Assembleia Legislativa, de deputados federais e senadores, por meio de emendas parlamentares. No total, a construção do hospital ficou avaliada em mais R$ 40 milhões.

“Foram anos de luta esperando por esse momento onde diversos governadores prometeram e acabaram não honrando com o Lions, mas nós, a Assembleia Legislativa junto com o Governo do Estado, conseguimos ajudar. Sabemos o trabalho que o Lions faz. São homens e mulheres de bem que acreditam e se doam para fazer o bem a quem precisa de uma atenção especial, de um olhar social e o Instituto chega até essas pessoas”, ressaltou o presidente da Assembleia Legislativa, o deputado Estadual Max Russi.

O senador Wellington Fagundes esteve no evento e ressaltou que o trabalho social do Lions é imprescindível em um país cuja a desigualdade social predomina. Pactuando da fala do senador, a deputada federal Rosa Neide acrescentou ainda que a iniciativa do Instituto alcança as escolas beneficiando, dessa forma, os menos favorecidos.

Também participaram da inauguração do Hospital o terceiro vice-presidente internacional do Lions, Fabrício de Oliveira, os deputados estaduais Paulo Araújo, Elizeu Nascimento, Dr. Gimenez, Dr. João, Dr. Eugênio, Eduardo Botelho e Túlio Fontes, além da vereadora Michelly Alencar e diversas lideranças do Instituto, bem como seus apoiadores.

Leia Também:  PF indicia Lula e seu filho por lavagem de dinheiro e tráfico de influência

O Hospital

O Hospital Oftalmológico Lions da Visão está localizado no Bairro CPA1 e dispõe de uma estrutura de 3 mil m² de área construída e 16 mil m² de área total. Conforme a diretora administrativa da unidade, Regina Maria Pereira de Souza, o local conta com 10 leitos de enfermaria, quatro centros cirúrgicos com a capacidade de realizar 100 procedimentos por dia. Entre as cirurgias a serem realizadas estão catarata, glaucoma, estrabismo, pterígio e de blefaroplastia.

Antes, entre 2002 e 2007, o hospital estava locado em um espaço de 1.000 m² no Hospital Sotrauma. Depois, os serviços passaram a ser realizados em um imóvel de aproximadamente 1.100 m² doado pelo Estado de Mato Grosso localizado no bairro Baú.

“Estou há 20 anos à frente da instituição e vimos ela crescer gradativamente, atendendo uma população que passa por grande necessidade na área de oftmologia, pois é uma área cara que muitos têm dificuldade de acesso. Então, nossa expectativa é atender esse público ofertando qualidade de vida á todos que precisam dessa especialidade”, afirmou a diretora.

O Instituto

Fundado em julho de 2000, pelo Distrito LB-4 de Lions Clube, o Instituto Lions da Visão, entidade beneficente, assistencial, pessoa jurídica de direito privado e sem fins lucrativos, atua na área de saúde, com especialidade em atendimento oftalmológico, prestando atendimento através do SUS e de forma gratuita às pessoas de baixa renda.

 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política

Pivetta assina compromisso por bioeconomia em Fórum dos Governadores da Amazônia Legal

GOV MT – Assessoria

 

Na 24º edição do Fórum dos Governadores da Amazônia Legal, o vice-governador de Mato Grosso, Otaviano Pivetta (PDT), assinou a carta conjunta na qual os estados firmam o compromisso de promoverem a bioeconomia nos estados. O encontro aconteceu na cidade de Belém (PA) nesta segunda-feira (18.10).

A carta é também um convite para o setor privado nacional e fundos internacionais investirem e incentivarem a bioeconomia na Amazônia. A reunião ocorre em meio ao Fórum Mundial de Bioeconomia, que pela primeira vez ocorre fora da Finlândia.

Durante o encontro, Otaviano Pivetta destacou o compromisso de Mato Grosso com a preservação ambiental e o desenvolvimento sustentável da Amazônia e dos objetivos do Estado de preservar a floresta em pé.

“Trago a mensagem do Estado de Mato Grosso de que temos a convicção de que estamos no caminho certo. Definimos um plano para a neutralização do carbono no estado. O primeiro objetivo para alcançar a meta é o combate ao desmatamento ilegal. Habitamos um estado que se tornou nos últimos 10 anos o líder brasileiro na produção agrícola, e vamos crescer muito em produtividade sem fazer uso da Amazônia. Cerca de metade do nosso território é Amazônico, e nós queremos dar as mãos aos outros governadores da Amazônia Legal para preservar”, afirma o vice-governador.

O presidente do Consórcio, o governador do Maranhão, Flávio Dino, abriu a reunião contando sobre a função do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável da Amazônia Legal como importante espaço para troca de experiências e avanços no desenvolvimento econômico e social da Amazônia Legal, de maneira harmônica e sustentável. O governador do Pará, Helder Barbalho, foi o anfitrião do evento.

Leia Também:  Com previsão de pagamento de 5,05% da RGA aos servidores, deputados aprovam LDO 2022

Fazem parte do Consórcio os estados do Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins.

O encontro marcou também os preparativos da delegação de secretários que irão participar da Conferência das Nações Unidas sobre Mudança Climática (COP 26), que acontecerá em Glasgow, na Escócia, entre 31 de outubro e 12 de novembro de 2021, sob a presidência do Reino Unido. Este é o principal espaço mundial de formação de compromissos multilaterais pelo clima.

Foi assinado ainda um documento para início das tratativas de captação de recursos para a preservação da Amazônia e combate ao desmatamento por meio do Memorando de Entendimento à Cooperação Alemã-GIZ e Emergente (LEAF Coalition), uma coalizão formada pelos Estados Unidos, Reino Unido e Noruega.

Fórum Mundial de Bioeconomia

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) também participa do Fórum Mundial de Bioeconomia, que discute de 18 a 20 de outubro, em Belém (PA), caminhos para o desenvolvimento sustentável com foco nas comunidades que residem na Amazônia, e na preservação da natureza. Líderes, entidades e especialistas, do Brasil e do exterior, debatem propostas voltadas ao desenvolvimento pleno da bioeconomia.

“Belém recebeu este importante evento para discutir modos de preservar a floresta e produzir de modo sustentável. Com a nossa rica biodiversidade, é importante e urgente transformar os ativos ambientais em receita financeira, fortalecer as cadeiras produtivas que preservam e promovam pesquisas para novas tecnologias. É preciso avançar na discussão da Bioeconomia que queremos para a Amazônia”, avalia a secretária de Estado de Meio Ambiente, Mauren Lazzaretti.

Leia Também:  Ministro do Turismo é indiciado por esquema de laranjas do PSL

Em Mato Grosso, o incentivo à bioeconomia está diretamente relacionado aos produtos oriundos do uso sustentável da Floresta, como o café, a castanha do Brasil, guaraná, cacau entre outros. Também agregam à meta a eficiência no uso do solo sem abertura de novas áreas de floresta para produzir mais.

Bioeconomia é um modelo de desenvolvimento ligado ao aproveitamento dos recursos naturais aliados a utilização de tecnologias para criação de produtos e serviços mais sustentáveis. Na Amazônia, o potencial de desenvolver novos produtos que dependem da floresta em pé é muito grande, conta a gestora.

“Participei de uma etapa do Fórum Mundial de Bioeconomia representando a Assembleia Legislativa de Mato Grosso. Estamos falando da manutenção da nossa floresta em pé, das nossas nascentes e aquíferos, e da nossa biodiversidade viva, moeda verde e reflorestamento das áreas degradadas. Esse é o futuro, fazer da floresta um ambiente econômico e saudável para o mundo”, conta o deputado estadual Allan Kardec.

Também fez parte da delegação de Mato Grosso o secretário Executivo da Sema-MT, Alex Marega, e a assessora de Relações Internacionais, Rita Chiletto.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

LEGISLATIVO

EXECUTIVO

JUDICIÁRIO

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA