Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

ASSINTOMÁTICO

Ex-ministro da Agricultura, Blairo Maggi testa positivo para COVID-19

O Ex-ministro da Agricultura, Blairo Maggi testou positivo para covid-19 na tarde desta sexta-feira (08).

Maggi, conhecido pelo excelente trabalho frente ao Ministério Agricultura, está em isolamento na sua casa em Balneário Camboriú (SC), junto dos seus familiares. Blairo foi diagnosticado positivo, mas assintomático e passa bem.

A família está reunida, de férias, desde o fim do ano passado.

A equipe RDM deseja melhoras para o EX-GOVERNADOR, SENADOR E MINISTRO, ao qual tem grande representatividade para MATO GROSSO e para o Brasil.

 

 

 

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Câmara retoma votação da nova Lei das Licitações nesta 4ª feira
Propaganda

Política

Biden anuncia retorno dos EUA ao Acordo de Paris

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou, nesta quarta-feira (20), o retorno dos Estados Unidos ao Acordo de Paris. Biden prometeu colocar os Estados Unidos no caminho do saldo zero em emissões de gases de efeito estufa até 2050. Biden e a vice-presidente Kamala Harris tomaram posse na tarde de hoje.

Biden também revogou uma licença que era essencial para o projeto de oleoduto Keustone XL e uma moratória a atividades de exploração de óleo e gás no Refúgio Nacional da Vida Selvagem no Ártico.

O presidente também assinou pelo menos seis decretos relacionados à imigração. Entre os decretos, está a suspensão imediata da proibição da entrada nos Estados Unidos de pessoas oriundas de diversos países, principalmente muçulmanos ou africanos, interromper a construção de um muro na fronteira com o México e reverter uma ordem do ex-presidente Donald Trump que impedia que imigrantes ilegais fossem contados na próxima redefinição dos distritos eleitorais para o Congresso dos EUA.

Biden ainda assinou um memorando direcionando o Departamento de Segurança Nacional e o procurador-geral dos EUA a preservar o programa Daca, que protege de deportação imigrantes que chegaram ao país como crianças, e para reverter a ordem executiva de Trump que pede fiscalização interna mais rígida à imigração.

Leia Também:  Câmara pode votar hoje regras para o Fundeb e renegociação de dívidas dos estados

O presidente também enviou ao Congresso um projeto de lei de imigração que abre caminho para a cidadania de imigrantes que vivem ilegalmente no país.

* Com informações da Agência Reuters

Edição: Fábio Massalli

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

LEGISLATIVO

EXECUTIVO

JUDICIÁRIO

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA