Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

'NOVO LÁZARO'

Após triplo homicídio, homem foge para mata e polícia cria força-tarefa para prender assassino em GO

Da Redação com Metrópoles

Novamente, as Polícias Civil e Militar de Goiás estão empenhadas numa megaoperação de busca a um bandido de alta periculosidade, desta vez Wanderson Mota Protácio, na zona rural de Abadiânia (GO), Entorno do Distrito Federal. Wanderson é suspeito de matar a própria mulher, que estava grávida de quatro meses, a enteada de apenas 1 ano e um fazendeiro.

Os crimes ocorreram neste domingo (28/11), na região de Corumbá de Goiás, a 111 quilômetros de Goiânia. O rapaz conseguiu fugir durante a madrugada, após uma série de ações – furto de arma de fogo e roubo de veículo.

Desde as buscas que mobilizaram as forças de segurança de Goiás e do DF por Lázaro Barbosa, em junho deste ano, esta é a primeira vez que a policia goiana reúne forças de várias cidades para encontrar um foragido.

Em nota, a Polícia Civil disse na tarde desta segunda (29) foi criada uma força-tarefa, envolvendo agentes de Anápolis e até da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Rurais. “As equipes tentam localizar o suspeito para efetuar a prisão ainda em flagrante delito”, diz o texto.

Leia Também:  Trabalho híbrido pode piorar qualidade do sono, diz pesquisador

A sequência de fatos lembra o que ocorreu durante o “Caso Lázaro Barbosa”, em junho deste ano. O ciminoso, de 32 anos, ganhou notoriedade após matar quatro pessoas de uma mesma família que residiam em uma chácara em Ceilândia, no Distrito Federal, em 9 de junho.

Após o crime, Lázaro fugiu paa uma área de mata no entorno do DF e foi o responsável por desencadear uma megaoperação policial de buscas, que durou 19 dias. A operação acabou resultando na morte de Lázaro Barbosa, em 28 de Junho, após uma troca de tiros com policiais em uma área de chácaras da cidade de Águas Líndas de Goiás.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

GERAL

Morre nos EUA o escritor Olavo de Carvalho, aos 74 anos

EBC

O filósofo e escritor Olavo de Carvalho morreu nessa segunda-feira (24), aos 74 anos, nos Estados Unidos, onde vivia. A informação foi dada pela família nas redes sociais do escritor.

“Com grande pesar, a família do professor Olavo de Carvalho comunica sua morte na noite de 24 de janeiro, na região de Richmond, na Virgínia, onde se encontrava hospitalizado”. Natural de Campinas, em São Paulo, ele deixa a esposa, Roxane, oito filhos e 18 netos. A causa da morte não foi divulgada. Recentemente, Olavo esteve internado em hospital no Brasil com problemas cardíacos.

No Twitter, o presidente Jair Bolsonaro lamentou a morte do escritor. “Nos deixa hoje um dos maiores pensadores da história do país, o filósofo e professor Olavo Luiz Pimentel de Carvalho. Olavo foi gigante na luta pela liberdade e farol para milhões de brasileiros. Seu exemplo e seus ensinamentos nos marcarão para sempre”, afirmou.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Seguro para carros terá novidades a partir de hoje; entenda o que muda
Continue lendo

vídeo publicitário

LEGISLATIVO

EXECUTIVO

JUDICIÁRIO

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA