Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

ONOFRE RIBEIRO

Upgrade do capitalismo e do socialismo

Quem estiver pensando que a grande reviravolta na eleição dos EUA com a invasão do Congresso de lá, é uma mera pirraça do presidente Trump, está muito enganado.

Do mesmo modo, quem pensa que o radicalismo entre os partidos Republicano e Democrata é uma simples rusga política. Para quem pensa que o capitalismo venceu o socialismo neste mundo das pandemias. Ou que o socialismo prevaleceu sobre o capitalismo. Ou, ainda, quem acha que as ideologias de esquerda e de direta estão vivas e fortes.

Então, temos muito o que conversar.

Nos últimos cinco anos está bem claro o fim das ideologias puras oriundas do capitalismo puro e do socialismo puro. De repente, o mundo começa a falar numa evidência nova, por ora, chamada de globalismo.

Está bem claro o fim das ideologias puras oriundas do capitalismo e socialismo
Ela ainda não está consolidada e nem absolutamente clara. Mas tudo indica que será a substituta natural das ideologias tradicionais.

O mundo mudou radicalmente. Não cabe mais o capitalismo liberal devastador e sem alma. Nem cabe mais, também, o socialismo predador do Estado e gerador de desgraças políticas onde se impõe.

Leia Também:  A mensagem de Ulysses Guimarães

Volto à eleição nos EUA. Houve mais pesquisas qualitativas pra entender as pessoas do que as quantitativas pra antecipar quem iria ganhar. No final, não se compreendeu na essência. Há um novo ser humano povoando o planeta. Queiram ou não os governos e os governantes. Há um cidadão falando em bem-estar social, em boa saúde, em empregabilidade, em proteção social. Mas, muita grave: um cidadão cobrador da sustentabilidade ambiental e social.

Aqui no ambiental o capitalismo vai enfrentar um dos seus maiores desafios. Obter a produção sem alterar o meio ambiente como fez no passado. E trazer junto a imensa riqueza acumulada nesses seus 300 anos, como igualdade social.

Como encaixar nisso tecnologia, produção, renda, lucro e desenvolvimento de produtos e de tendências do consumo é uma poderosa equação a ser resolvida no mundo inteiro. Aqui entram os sinais do globalismo. Será uma síntese do capitalismo e do socialismo, numa leitura que está começando a ser construída.

Volto aos EUA. Trump, os republicanos e os democratas estão duelando dentro dessa arena. Nos Democratas se abriga a esquerda radical que representa a tendência esquerdista mundial, dado o poder do país. Do outro lado, o capitalismo se abriga nos Republicanos.

Leia Também:  Arroz e substitutos

Mas no fundo, estamos assistindo ao nascimento de uma completa reforma do pensamento político , econômico e social, em meio a imensa disrupção tecnológica. O saldo deverá ser a reconstrução dos sistemas do pensamento humano, como nos séculos 18 e 19, começo do século 20.

Fecho este artigo com a ressalva de que o fim do governo Trump e a entrada do governo Joe Biden, marca-se a construção da nova guerra por ideologias novas que se resumirão no conceito de globalismo mundial. Não creio que se derrame sangue como no passado pelas outras ideologias. Mas o mundo será absolutamente desmontado pra ser completamente construído. Nada é tão simples como parece!

Onofre Ribeiro é jornalista em Mato Grosso.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Opinião

Ação solidária

O termo política, em sua plenitude apresenta um vasto campo de significados, porém quando a pronunciamos vem em nossas mentes, política partidária, ou seja, partidos e pessoas disputando espaço e poder, seja por eleições ou outras vias, para assumir o comando dos governos.

As redes sociais nos últimos dias têm nos mostrado infelizmente, desamor, desmando, egoísmo, egocentrismo e por aí vai. Fruto de um processo de globalização, formatado por um modelo econômico capitalista, o qual consiste na mundialização do espaço geográfico por meio da interligação: econômica, política, social e cultural em âmbito planetário.

Agora, quando uma primeira-dama quebra paradigmas, como aconteceu com a Virginia Mendes, ao capitanear uma ação social de Governo, fazendo parte da campanha ‘Vem Ser Mais Solidário’ e do programa ‘Aconchego’, que já atendeu aproximadamente 2 milhões de pessoas, desde que iniciou, em abril de 2020.

E continua de forma permanentemente em 2021, com foco na segurança alimentar das famílias em situação de vulnerabilidade social, principalmente, com o surgimento dessa pandemia mortal, que atingiu o mundo inteiro.

Leia Também:  De cara para trás

O engendramento de políticas públicas, acontece no momento em que o poder público, é procurado pelos presidentes de bairro, que estão literalmente na linha de frente, e conhecem as reais necessidades do seu bairro, principalmente no que tange a implementação de Ações Sociais, visando atender as pessoas mais carentes, que necessitam de alimentos e por aí vai.

Desta feita, o jovem presidente do bairro Planalto, Lucas Tintinho, através de visão altruísta, e   em consonância com a Igreja Católica do referido bairro.

O mesmo, idealizou e mobilizou um sopão para população carente do Planalto. Não satisfeito, buscou ampliar sua Ação Social, recorrendo ao governo do Estado, através do projeto social de Governo, ‘Vem Ser Mais Solidário’ e do programa ‘Aconchego’, termos, que denotam amor ao próximo e solidariedade.

Não a conheço pessoalmente, porém pelo vídeo apresentado a mim, sem dúvida alguma, o ponto alto desse grande evento social, ficou por conta da presença da primeira-dama, Virginia Mendes, que não distribuiu apenas: 300 cestas básicas, 300 kits de limpeza e 300 cobertores.

Leia Também:  Um agosto histórico

Distribuiu mais do que isso, carinho incondicional as pessoas presentes, tanto aos organizadores do evento, como também, aos   populares ali prestes

Assistindo as filmagens e vendo as fotos, deu para mensurar sua simplicidade e amabilidade com pessoas humildes; com certeza, ela subiu ainda mais no conceito deste reles articulista, como também, de todas as pessoas humildes ali presentes, naquele megaevento comunitário.

 

Quem sabe faz a hora, não espera acontecer!

 

Licio Antonio Malheiros é geógrafo.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

LEGISLATIVO

EXECUTIVO

JUDICIÁRIO

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA