Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

DADOS

Pesquisa Covid-19: ao menos 32 municípios afirmam problemas com vacinas vencidas

O recebimento de lote de vacinas com a data de validade vencida não ocorreu em 96,5% Municípios que participaram da nova pesquisa da Confederação Nacional de Municípios (CNM) sobre a Covid-19 – equivalente a 2.621 cidades. Na última semana, foram ouvidos 2.715 gestores, o que representa 48,8% do total de prefeituras do país. Dos que participaram, 1,3%, ou seja, 32 Municípios, relataram que receberam lotes vencidos.

Outra novidade da 16ª edição do levantamento, feito entre os dias 5 e 8 de julho, é a possibilidade de escolha de vacinas por parte da população. Em 68,5% dos Municípios entrevistados, a escolha pelo tipo da vacina é uma prática comum, são ao todo 1.860 cidades onde a população está tendo este comportamento, em 20,2% não está ocorrendo isto. Além disso, a vacina da Janssen já foi distribuída para 89,4% dos Municípios, ela difere das demais por ser aplicada em uma única dose.

Em relação ao aumento de casos, 16,4% dos pesquisados declararam que houve aumento do número de pessoas infectadas; 34% se manteve no mesmo patamar; e 43,5% houve redução de positivados. Pela quarta vez consecutiva, a pesquisa aponta a manutenção de novos infectados em níveis altos. O crescimento de casos continua concentrado nos Municípios de pequenos e grandes, com 17% e 10% do total.

Leia Também:  Ministro Barroso abre audiência pública para debater investimentos para o Fundo do Clima

Mortes
Enquanto 22,7% das localidades participantes da pesquisa afirma que o número de mortes se manteve estável e 16,9% sugere uma diminuição, em 46,3% dos Municípios pesquisados não houve nenhum óbito de Covid-19 esta semana. Contudo, 12,7% têm a ocupação dos leitos das Unidades de Terapia Intensiva (UTI) com ocupação acima de 95%; 14,8% está com a capacidade de lotação em 90%; 16,7% acima de 80%; 25,3% das cidades estão 60% e 80%; e apenas 15,9% estão com os leitos abaixo de 60% de ocupação.

Houve redução na quantidade de Municípios com risco de ficar sem os medicamentos do “kit intubação”, 9,8% dos Municípios podem ficar sem condições de atender aos pacientes em estado grave. Medidas de isolamento social, como fechamento de serviços não essenciais e outras ações, ainda estão sendo adotadas por 72,4% dos Municípios nesta semana.

Vacinas
Mais de 450 Municípios ficaram sem vacinas nos últimos dias – 96,5% ficaram sem a primeira dose dos imunizantes e 13,8% tiveram problema para completar o esquema vacinal. Faltou imunizante para a segunda dose da Butantan/Coronavac em 71,2% dos Municípios, em 65,2% faltou a da Fiocruz/Astrazeneca e em 31,8% faltou a Pfizer. Mas, em 80,8% dos Municípios pesquisados a imunização se manteve normalmente.

Leia Também:  Campanha do cobertor encerra doações e destina arrecadação à prefeitura

Segundo a pesquisa, 99,3% dos Municípios iniciaram a vacinação dos grupos abaixo de 60 anos sem comorbidades, e em apenas 0,5% ainda não se iniciou. Esta semana, 34,8% dos respondentes já imunizaram pessoas entre 40 a 44 anos. A vacinação entre 35 e 39 anos segue em 23,3% dos Municípios; entre 45 e 49 anos em 19,4%; e abaixo dessa da faixa de 35 anos em cerca de 11%.

Acesse a pesquisa AQUI

Fonte: AMM

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Municipios

Covid-19: média de mortes no país atinge menor nível desde fevereiro

O número de mortes diárias por covid-19 no país, segundo a média móvel de sete dias, divulgada pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no Rio de Janeiro, chegou ontem (20) a 1.192. Esse é o menor patamar desde 27 de fevereiro, quando houve uma média de 1.178 óbitos.

De acordo com os dados da Fiocruz, as mortes também registraram quedas de 23,5% em relação a duas semanas antes e de 42,2% na comparação com um mês atrás.

A média de ontem está abaixo da metade do pico da pandemia anotado em 12 de abril deste ano, quando os óbitos diários atingiram 3.124. Apesar disso, ainda se encontra acima do número mais alto observado em 2020 (1.097 em 25 de julho daquele ano).

Casos

O número de casos, também segundo a média móvel de sete dias, chegou a 38.206 ontem, o menor nível desde 6 de janeiro (36.376). Foram observados recuos de 21,7% em relação a 14 dias antes e 48,1% na comparação com um mês atrás.

Leia Também:  Ministro Barroso abre audiência pública para debater investimentos para o Fundo do Clima

A média móvel de sete dias é calculada pela Fiocruz através da soma dos registros do dia em questão com os seis dias anteriores e da divisão do resultado por sete.

Fonte: AMM

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

LEGISLATIVO

EXECUTIVO

JUDICIÁRIO

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA