Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

GANHA TEMPO

Emissão de RG’s deverá ser passa a ser por agendamento

A Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) informa que o serviço de solicitação de documentos de identidade nas unidades do Ganha Tempo de Cuiabá, Várzea Grande e no interior do Estado, estão sendo realizados exclusivamente por agendamento no site do Ganha Tempo.

O agendamento foi adotado para se evitar a aglomeração de pessoas nas unidades, visto que o atendimento havia sido suspenso durante a vigência do decreto de lockdown na capital e nos municípios do interior com risco alto e muito alto de contágio do coronavírus.

O horário de atendimento do Ganha Tempo é das 8h às 16h.  Nas unidades de Cuiabá (Ipiranga e Morada da Serra) o horário é diferente, das 8h às 18h. E na unidade de Várzea Grande é das 12h às 18h, bem como nas unidades do interior do Estado (Sinop, Cáceres, Lucas do Rio Verde, Rondonópolis e Barra do Garças).

Os atendimentos da identificação civil no interior do Estado são condicionados às normativas municipais.

Com o intuito de evitar a formação de filas e aglomerações, resguardando a saúde dos servidores e da população, a Politec orienta que os serviços sejam previamente agendados no site www.politec.mt.gov.br na aba “carteira de identidade”, na parte superior direita do site, ou diretamente no site do Ganha Tempo.

Leia Também:  Romoaldo Júnior passa por cateterismo e quadro é estável

Por meio deste endereço eletrônico o usuário poderá agendar a data e horário para ser atendido de forma rápida e sem filas. A Politec ressalta ainda que é indispensável e obrigatória a utilização de máscaras, ainda que artesanais, durante o atendimento, para se evitar a disseminação do coronavírus.

Urgências

Solicitações de urgência para a emissão de RGs por motivos de saúde podem ser encaminhados através do e-mail [email protected], ou pelos telefones 0800 647 8987 / 99953-8435.

Serviço

Para a solicitação do RG é necessária a apresentação da certidão de nascimento ou casamento originais, nos postos do Ganha Tempo. Nos postos que ainda não possuem atendimento biométrico, levar 1 fotografia 3/4.

A taxa para emissão da 2a via do RG é de R$ 70,09 para a emissão em cédula e de R$ 99,53, para a versão em cartão.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Municipios

Serra Nova Dourada festeja seus 21 anos com ações do Governo do Estado

Serra Nova Dourada, localizado na região do Xingu, no Nordeste mato-grossense, distante 868 quilômetros de Cuiabá, comemora seu 21º aniversário de emancipação política nesta quarta-feira (30.09) com ações do Governo do Estado em infraestrutura, saúde e com repasses financeiros em dia.

Com investimentos de R$ 65 milhões, 56,2 quilômetros da MT 322, ligando o município a Novo Santo Antônio, estão sendo pavimentados. Prevista para ser concluída em maio do próximo ano, a obra está com 42% dos serviços executados.

O Governo do Estado também está contribuindo com a prefeitura no combate à pandemia da Covid-19. Foram enviados ao município 150 testes rápidos para detecção do coronavírus e medicamentos para combatê-lo, num total de 6.060 comprimidos, entre azitromicina (743), ivermectina (594) e dipirona (4.703), também distribuído em gotas, num total de 116 frascos.

Os repasses financeiros também estão em dia. Entre janeiro de setembro deste ano, foram transferidos aos cofres municipais R$ 2,839 milhões referentes a ICMS, IPVA e Fethab, além de outros R$ 494,9 mil em assistência social, transporte escolar e convênios na área de Saúde, entre 2019 e julho deste ano.

Leia Também:  Romoaldo Júnior passa por cateterismo e quadro é estável

Economia

Terceira menor população de Mato Grosso, com 1.678 habitantes, Serra Nova Dourada tem na agropecuária e na administração pública os principais componentes de seu Produto Interno Bruto (PIB), avaliado em R$ 36,06 milhões em 2017 pelo IBGE.

Embora seu PIB total seja o 137º do ranking estadual, o PIB per capita, de R$ 22.899,55, ocupa a 89ª posição.

Em 2018, foi o sétimo maior produtor estadual de tambacu e tambatinga, com 400 toneladas e o 11º em produção de tilápia, com 15 toneladas.  Possui um rebanho bovino com 96,8 mil cabeças; galináceo, com 15,3 mil cabeças; e suíno, com 1,9 mil cabeças, das quais 201 matrizes.

Na agricultura, o carro-chefe é a soja, com 21,8 mil toneladas colhidas em 2018, segundo o IBGE, e avaliadas em R$ 19,6 milhões. Produz também milho (1.260 toneladas), mandioca (mil toneladas) e arroz (900 toneladas).

História

Serra Nova Dourada foi criado pela Lei estadual 7.172,de 30 de setembro de 1999, com território desmembrado dos municípios de Alto Boa Vista e São Félix do Araguaia.

Leia Também:  Condomínios adotam medidas para conter disseminação do coronavírus

Em 1995, a comissão pró-emancipação do ainda distrito de Serra Nova, então pertencente a Alto Boa Vista, requereu à Assembleia Legislativa abertura do processo de criação do município.

À denominação Serra Nova foi acrescentado o termo “Dourada”, por sugestão da futura comunidade serra-douradense. Nas eleições de outubro de 2000, foi eleito o primeiro prefeito do município.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

LEGISLATIVO

EXECUTIVO

JUDICIÁRIO

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA