Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

AMPLIAÇÃO

Teste do Pezinho será ampliado a partir do ano que vem

Domingo (6) é o Dia Nacional do Teste do Pezinho, um exame neonatal capaz de identificar se o bebê nasceu com alguma doença. Esse diagnóstico é importante e gratuito, tanto na rede pública quanto na particular. O teste detectava seis enfermidades, mas logo será bem mais amplo. O Congresso aprovou recentemente um projeto que aumenta para 50 as doenças rastreadas pelo exame, e o texto (PL 5.043/2020) deu origem à Lei 14.154, sancionada na quarta-feira (2). A ampliação deve começar em maio de 2022. Esse é o assunto do quadro “Dedo de Prosa”, da Rádio Senado.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  STF afasta possibilidade de técnico em farmácia ser responsável por drogaria
Propaganda

Legislativo

Congresso se ilumina de verde e vermelho pelo Dia de Conscientização das Amiloidoses

O prédio do Congresso Nacional fica iluminado nas cores verde e vermelho nesta quarta-feira (16) em alusão ao Dia de Conscientização das Amiloidoses. As doenças, consideradas raras, estão relacionadas ao acúmulo de proteínas não funcionais em órgãos e tecidos do corpo.

O tema da campanha neste ano é “Dê voz à nossa luta, seu apoio é nossa força!”. A iluminação faz alusão às cores das bandeiras do Brasil e de Portugal – os dois países com maior incidência das doenças.

PAF
A doença mais comum do grupo é a polineuropatia amiloidótica familiar (PAF). Estima-se que a enfermidade atinja 1 a cada 100 mil habitantes no Brasil. É hereditária, degenerativa e não tem cura.

O diagnóstico precoce é de fundamental importância, pois os tratamentos não curam as lesões preexistentes. Por ser uma doença multissistêmica, isto é, que atinge vários órgãos e sistemas, o acompanhamento e tratamento dos sintomas requer uma equipe multidisciplinar.

Da Redação – ND
Com informações da Assessoria de Imprensa da Câmara dos Deputados

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Relatório das receitas e despesas do governo é preocupante, diz Gurgacz
Continue lendo

vídeo publicitário

LEGISLATIVO

EXECUTIVO

JUDICIÁRIO

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA