Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

MAIS EDUCAÇÃO

Deputado Nininho agradece o governo do estado pelos investimentos na Educação

Os recursos serão aplicados na construção de novas escolas estaduais na zona urbana e rural, construção de quadras poliesportivas, ampliação e reforma geral das unidades e adequação de banheiros.

 

Da Redação RDM com Assessoria

De acordo com o deputado estadual Ondanir Bortolini (PSD), Nininho, os investimentos assinados via convênio por meio da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) na última terça-feira (28/12) na ordem de R$ 250 milhões, demonstra a tamanha preocupação e atenção do Governo do Estado com um dos setores mais importantes. “Na minha opinião a educação é a área mais significativa, porque com ela é possível adquirir conhecimento, e conhecimento representa independência para uma nação”, ratificou o parlamentar.

Pelo menos 80 convênios com 48 Prefeituras Municipais para melhorias na infraestrutura das unidades educacionais de Mato Grosso foram celebrados, Os recursos oriundos do Governo têm destino certo. “Os investimentos serão utilizados para a modernização das escolas e melhorias na parte pedagógica”, explicou Nininho.

Segundo o deputado, participar da gestão dos recursos juntamente com o governo do estado é motivo de orgulho. “Desde o início nós assistimos a tamanha evolução do nosso estado em distintos setores, cada coisa ocorreu no momento certo. Sempre digo que na história do nosso estado os recursos nunca foram aplicados com tamanha responsabilidade como ocorre no governo Mauro Mendes, por isso as coisas aparecem”, afirmou.

Leia Também:  Teto de moradia do Casa Verde Amarela cai um dia após Bolsonaro entregar

“É nosso dever e obrigação fazer as coisas certas, como agente público posso afirmar que a coisa pública em Mato Grosso está sendo conduzida com transparência e segurança, é motivo de orgulho auxiliar esta gestão. Agradecemos também todo o esforço do secretário de Estado de Educação Allan Porto e equipe técnica, bem como a Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso que tem uma base aliada e que apoia as ações do Governo do Estado pensando unicamente no retorno à população”, asseverou Nininho.

Além da parte estrutural, o executivo estadual busca investir em condições para que o aluno estude com todo conforto que merece nas unidades de ensino público. “Nossos alunos terão acesso a ensino de qualidade, com material correto e com tudo o que têm direito para ter um aprendizado digno e competir igualmente com outros estudantes”, pontuou Mauro Mendes.

CLIQUE AQUI e confira na íntegra os municípios e escolas beneficiadas com as assinaturas dos convênios.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Legislativo

Merenda escolar pode ser enriquecida com mel e derivados em MT

Da Redação com Assessoria

O mel de abelha e seus derivados podem se tornar itens obrigatórios no cardápio das escolas da rede pública de Mato Grosso. É o que prevê o Projeto de Lei (PL) nº 12/2022, apresentando pelo deputado estadual Valdir Barranco (PT) na Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso (ALMT).

Segundo o autor da proposta, o mel e seus derivados deverão ser adquiridos, pelo Governo do Estado, diretamente de apicultores, produtores da agricultura familiar, da economia popular solidária e dos empreendimentos familiares rurais de todo o estado.

Deputado Valdir Barranco / PT. (Foto: ALMT)

“Temos que oferecer esse forte estímulo à apicultura do estado. Precisamos promover a proteção de abelhas com a criação racional, aumentar a produção de mel, melhorar a qualidade de alimentação nas escolas e proporcionar o aproveitamento do potencial produtivo das pequenas propriedades, melhorando a produtividade agrícola com a polinização, gerando renda para o pequeno agricultor e viabilizando sua permanência no campo”, explicou o parlamentar.

Barranco também lembrou que um dos grandes desafios das escolas públicas é oferecer alimentação saudável, nutritiva e gostosa para os estudantes, e que o mel é um alimento de alta qualidade, rico em energia e inúmeras outras substâncias benéficas ao equilíbrio dos processos biológicos de nosso corpo.

Leia Também:  Ministro da Educação explica impacto de cortes orçamentários; acompanhe

“A introdução do mel na alimentação escolar vai enriquecer e colaborar com o desenvolvimento físico e intelectual das crianças e adolescentes, jovens e adultos, além de poder ser utilizado para a substituição do açúcar para adoçar sucos e outros alimentos, e auxiliar na redução do crescente aumento da obesidade e diabetes infantil e juvenil”, finalizou o deputado.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

LEGISLATIVO

EXECUTIVO

JUDICIÁRIO

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA