Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

2021

Deputado Moretto comemora ano recorde em emendas e ações

 

Da Redação com Assessoria ALMT

O ano de 2021 foi de recordes no mandato do deputado estadual Valmir Moretto (Republicanos). O parlamentar alcançou a marca de 1360 proposições, sendo 27 projetos de lei, além de ter destinado mais de R$ 7,1 milhões em emendas parlamentares – principalmente para os municípios da região oeste.

“Foi um ano que trouxe muita prosperidade, grandes avanços, conquistas e conseguimos destravar grandes desenvolvimentos para a região oeste. Avalio como um ano muito próspero e importante para o progresso”, ressalta o parlamentar.

As emendas do parlamentar estão divididas da seguinte forma: R$ 2,8 milhões para a saúde; R$ 1 milhão para a segurança pública; R$ 950 mil par infraestrutura; R$ 870 mil para assistência social e educação; R$ 931 mil para esporte e cultura, além de R$ 540 mil para agricultura familiar.

SAÚDE

Além de destinar mais de R$ 2,8 milhões para a pasta da saúde, Moretto atuou diretamente na gestão para conseguir recursos e meios que melhorem a vidada do cidadão. Exemplo disso foi a indicação de mais R$ 2 milhões para custeio da saúde no município de Pontes e Lacerda, pela parceria firmada com o senador Carlos Fávaro.

DEFESA DO PRODUTOR

Em abril, com a paralisação dos produtores de leite da região Oeste, Valmir Moretto atuou na linha de frente. Defendendo a valorização da mercadoria produzida pelos produtores.

Outro ponto importante para a defesa do produtor rural, foi a criação da Lei do Falso Queijo, que tem o objetivo de mostrar o que os consumidores realmente comem, além de valorizar a cadeia produtora de leite mato-grossense. Valorizando indústria, produtores e priorizando a saúde de consumidores.

Leia Também:  Ministério da Saúde apresenta campanha de vacinação contra Covid-19 para 2022

INFRAESTRUTURA

Frente ao excelente trabalho conduzido no parlamento estadual, Moretto foi reeleito presidente da Comissão de Infraestrutura Urbana e de Transporte da ALMT.  No comando da Comissão, Moretto conduziu a decisão do nome da primeira ferrovia do estado de Mato Grosso. Com sua habilidade, promoveu diálogo e conseguiu contemplar o nome do senador Vicente Vuolo e também do empresário Olacyr de Moraes.

Só na caminhada com o Governador Mauro Mendes, em dezembro, foram lançados R$ 173 milhões em obras em 10 municípios da região. Cabe destacar que deste investimento, R$ 56 milhões é só na pavimentação de 67 km da MT-473, Estrada do Matão, em Pontes e Lacerda.

Destaque também para o projeto do município de Salto do Céu, onde R$ 1 milhão destinado vai construir um campo de futebol com alambrado, pista de caminhada, banheiros públicos e playground. Em Nova Lacerda, R$ 200 mil foram destinados para a construção do banheiro municipal na Praça Luiz Hoffman – que já foi inaugurado.

SEGURANÇA PÚBLICA

Na segurança pública, pasta que Moretto tem grande afinidade, foi destinado R$ 1 milhão em emendas parlamentares.

Destas, R$ 382 mil para o Grupo Especial de Fronteira (Gefron) adquirir câmeras de alta tecnologia (OCR) para auxílio no monitoramento e combate aos crimes de tráfico de drogas, furto e roubo de veículos. Esta é a segunda emenda do seguimento. Somadas, as duas chegam a expressiva marca de R$ 713 mil – tornando a faixa de fronteira monitorada e mais segura.

Leia Também:  Bolsonaro muda estratégia e pede ajuda para neutralizar emissão de carbono

Cabe destaque também para a destinação de R$ 305 mil para a Polícia Civil adquirir fuzis e escutas, além de R$ 312 mil para a Polícia Militar comprar armamento. Todo material equipa e potencializa as unidades de segurança que atuam nos municípios da região Oeste.

Prova da forte atuação do deputado Valmir Moretto na Segurança Pública, estão as diversas homenagens e medalhas recebidas das forças ao longo do ano. Dentre elas estão a Moeda Honorífica Guardiões do Médio Norte, concedida pelo 7º Comando Regional da Polícia Militar, em Tangará da Serra; Medalha do Mérito das Comunicações da Segurança Pública e  Medalha Mérito da Segurança Pública do Estado de Mato Grosso.

Valmir Moretto destaca que 2022 será um ano atípico, mas que o trabalho continuará forte para o progresso e desenvolvimento da região Oeste e o estado de Mato Grosso.

“Terá a Copa do Mundo e também as eleições, mas acho que nada disso vai atrapalhar o trabalho e desenvolvimento. Cada ano temos a meta de superar a meta anterior. 2021 será difícil de bater frente a tanto trabalho, mas estamos aqui para superar os desafios”, projeta o parlamentar.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Legislativo

Merenda escolar pode ser enriquecida com mel e derivados em MT

Da Redação com Assessoria

O mel de abelha e seus derivados podem se tornar itens obrigatórios no cardápio das escolas da rede pública de Mato Grosso. É o que prevê o Projeto de Lei (PL) nº 12/2022, apresentando pelo deputado estadual Valdir Barranco (PT) na Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso (ALMT).

Segundo o autor da proposta, o mel e seus derivados deverão ser adquiridos, pelo Governo do Estado, diretamente de apicultores, produtores da agricultura familiar, da economia popular solidária e dos empreendimentos familiares rurais de todo o estado.

Deputado Valdir Barranco / PT. (Foto: ALMT)

“Temos que oferecer esse forte estímulo à apicultura do estado. Precisamos promover a proteção de abelhas com a criação racional, aumentar a produção de mel, melhorar a qualidade de alimentação nas escolas e proporcionar o aproveitamento do potencial produtivo das pequenas propriedades, melhorando a produtividade agrícola com a polinização, gerando renda para o pequeno agricultor e viabilizando sua permanência no campo”, explicou o parlamentar.

Barranco também lembrou que um dos grandes desafios das escolas públicas é oferecer alimentação saudável, nutritiva e gostosa para os estudantes, e que o mel é um alimento de alta qualidade, rico em energia e inúmeras outras substâncias benéficas ao equilíbrio dos processos biológicos de nosso corpo.

Leia Também:  CCT aprova plano de trabalho para acompanhar implantação das redes 5G no Brasil

“A introdução do mel na alimentação escolar vai enriquecer e colaborar com o desenvolvimento físico e intelectual das crianças e adolescentes, jovens e adultos, além de poder ser utilizado para a substituição do açúcar para adoçar sucos e outros alimentos, e auxiliar na redução do crescente aumento da obesidade e diabetes infantil e juvenil”, finalizou o deputado.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

LEGISLATIVO

EXECUTIVO

JUDICIÁRIO

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA