Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

OPERAÇÃO 'LEI SECA'

Seis motoristas são presos por embriaguez ao volante na MT-251

GOV MT – Assessoria

Seis motoristas foram presos por dirigirem embriagados na MT-251, rodovia que dá acesso à Chapada dos Guimarães, no final da tarde desta terça-feira (12.10). As prisões foram realizadas durante a 55ª edição da Operação Lei Seca, realizada no quilômetro 8 da rodovia.

Na ocasião, 70 veículos foram vistoriados e 73 testes de alcoolemia foram realizados. Destes 70 veículos, 31 foram autuados e 24 foram removidos, sendo 20 carros e quatro motocicletas.

Ao todo, 46 infrações foram lavradas, entre elas, nove por dirigir veículo sob efeito de álcool, quatro por recusa ao teste de etilômetro, sete por dirigir veículo sem possuir habilitação para tal e 19 por conduzir veículo sem registro ou não licenciado.

Seis condutores que dirigiam sem possuir habilitação tiveram o Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) lavrado durante a ocasião. Este tipo de documento é emitido no caso de crimes de menor potencial ofensivo. Na ocasião também foram recolhidas oito habilitações e três Comprovantes de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV).

Leia Também:  Senado aprova três novos ministros para Superior Tribunal Militar

A operação é coordenada pelo Gabinete de Gestão Integrada (GGI) da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), e nessa edição contou com a participação da Polícia Militar (PM-MT), por meio do Batalhão de Trânsito (BPMTRAN); Polícia Judiciária Civil (PJC-MT), por meio da Delegacia Especializada em Delitos de Trânsito (Deletran); Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT); da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob) e do Serviço de Operações Especiais (SOE) do Sistema Penitenciário.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

GERAL

Rondonópolis está há 6 dias sem mortes por covid-19

Estadão Mato Grosso – Da redação

Desde a última sexta-feira, 15 de outubro, Rondonópolis (214,6 km de Cuiabá) não registra nenhum óbito por covid-19, um dos maiores períodos sem mortes em decorrência do vírus desde março do ano passado. O feito é ainda mais positivo quando se observa o esvaziamento de leitos em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) como consequência da queda no número de infectados no município.

Rondonópolis já teve 38.231 casos confirmados do novo coronavírus, destes, 37.103 se recuperaram e 942 perderam a vida. No momento, há 144 casos ativos no município. Nesta quarta-feira (20), a ocupação dos leitos é de 20%, bem diferente do cenário encontrado durante a segunda onda da pandemia, entre janeiro e março deste ano, quando o sistema de saúde colapsou em todo o país.

Para o médico infectologista Luciano Corrêa, isso é reflexo da vacinação em massa que vem ocorrendo progressivamente. “Nós só passamos a ter mais tranquilidade com o vírus quando a vacinação avançou. Isso significa que a vacina tem eficácia. A única maneira que existe de controlar a doença é a imunização em massa da população. O objetivo dessa e de qualquer vacina é garantir o poder imunogênico para a grande maioria da população”, explica o médico.

Leia Também:  Mega Sena acumula e deve pagar R$ 33 milhões hoje

Ao todo, 287.300 doses de vacinas contra a covid-19 foram aplicadas, sendo 182.146 da primeira dose e 105.154 da segunda dose. Durante esta semana, o cronograma de vacinação tem como foco a aplicação da segunda dose da Pfizer para vacinados em até 21 de agosto, 1ª dose para adolescentes acima de 12 anos e a dose de reforço para pessoas idosas (acima de 60 anos) que tenham tomado a segunda dose há seis meses.

Algumas das medidas implantadas foram o patrulhamento para evitar que as pessoas se aglomerassem, a exigência no uso de máscaras em locais públicos e o incentivo desde o início a campanha de vacinação para ampliar cada vez mais o número de pessoas imunizadas.

Passaporte da vacina

A partir desta quarta-feira (20) a fiscalização do cumprimento da obrigatoriedade de apresentação do passaporte da vacina em locais com circulação de mais de 50 pessoas será intensificada. A ação estará focada em estabelecimentos como supermercados, atacadistas, shopping, comércio e empresas.

Além disso, também será promovida fiscalização em eventos quanto ao cumprimento dos protocolos de biossegurança, dos horários estabelecidos em decreto e número de pessoas. O decreto municipal permite que os estabelecimentos funcionem até à meia-noite.

Leia Também:  VLT gera 1.200 empregos e 4 mil indiretos

Para ingressar nesses estabelecimentos, é obrigatório a apresentação de comprovante de vacinação completa (1ª e 2ª dose) contra a covid-19 ou exame RT-PCR, não detectável, com intervalo de até 48h e documento pessoal com foto.

O decreto municipal atualmente em vigência estabelece ainda que os eventos sociais, corporativos, empresariais, técnicos e científicos, igrejas, templos e congêneres, cinemas, museus e a prática de esportes coletivos são permitidos, respeitado o limite de 50% da capacidade máxima do local, não podendo ultrapassar o total de mil pessoas presentes.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

LEGISLATIVO

EXECUTIVO

JUDICIÁRIO

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA