Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

FEDERAL

PF deflagra Operação IW para combater tráfico internacional de armas e de drogas

A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira (20/8) a Operação IW, objetivando desarticular grupo criminoso atuante no tráfico internacional de armas e drogas atuante na cidade de Foz do Iguaçu/PR. Os integrantes da organização utilizavam-se de supostas empresas do ramo de transporte para enviar cargas de maconha e cocaína e outros ilícitos para outros Estados da Federação.

No total, foram expedidos pela Justiça Federal de Foz do Iguaçu/PR e pela Justiça Federal de Curitiba 10 mandados de busca e apreensão, 1 mandado de prisão preventiva, além de determinado bloqueio de valores em conta dos indiciados e das empresas utilizadas para a prática dos crimes. Também foi determinado o sequestro de bens móveis e imóveis dos criminosos. A deflagração contou com a participação de 30 policiais federais, designados para dar cumprimento às ordens judiciais. Todos os mandados foram cumpridos no município de Foz do Iguaçu/PR.

A investigação iniciou após uma apreensão de quase meia tonelada de cocaína e diversas pistolas estrangeiras, realizadas em outubro de 2020, ocasião em que um homem foi preso em flagrante. A fase investigatória durou aproximadamente 8 meses. No decorrer desse período, a Polícia Federal, após diversas diligências, conseguiu identificar o principal integrante desse grupo criminoso, que, conforme apurado, há bastante tempo vinha praticados estes delitos.

Leia Também:  Servidor da área administrativa da Secretaria de Saúde de Várzea Grande (MT) está com Covid-19

O líder do grupo apresentava-se como empresário e ostentava uma vida luxuosa, tendo adquirido diversos bens com a prática de seus crimes.  Com auxílio de sua companheira, que é advogada, conseguia reaver bens apreendidos em Inquérito e processo judicial, se passando por terceiro de boa-fé.

Com base em tudo que foi apurado no Inquérito Policial, os investigados serão indiciados e responderão judicialmente na medida de sua culpabilidade pelos crimes de associação para o tráfico, associação criminosa, tráfico internacional de drogas, tráfico de armas, falsidade documental e uso de documento falso.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

GERAL

Fotógrafo ‘Jack Paparazzo’ morre em acidente na Rodovia dos Imigrantes em VG; veja vídeo

Da Redação RDM

Uma câmera de segurança flagrou neste domingo (23) um acidente na Rodovia dos Imigrantes, em Várzea Grande, que tirou a vida do fotógrafo Reginaldo da Silva (43), conhecido no meio da imprensa mato-grossense como ‘Jack Paparazzo’.

Veja VÍDEO no final desta matéria

Nas imagens, é possível ver que o fotógrafo aguarda no cruzamento para poder atravessar a estrada com sua motocicleta. No entanto, Jack avança antes que uma carreta completasse sua passagem e acaba atingindo o meio da carreta, na parte da carroceria do veículo.

Com o impacto, Jack é arremessado violentamente para a lateral da pistao. O veículo de carga chega a passar por cima de parte do corpo do fotógrafo.

O motorista da carreta não sente a batida da moto de Jack Paparazzo em seu veículo e segue viagem normalmente, enquanto Jack fica caído no chão. A morte foi constatada ainda no local pela equipe da empresa Rota do Oeste, administradora da rodovia.

A Polícia Civil investiga o caso e, tanto a perícia qanto as imagens do acidente devem ajudar a entender a dinâmica do acidente e identificar as circunstâncias exatas do acontecido.

Leia Também:  Aneel aumenta em 52% a taxa da bandeira vermelha na conta de luz

Sobre o Fotógrafo

Reginaldo da Silva morou por 13 anos em Juína, e por isso também era conhecido como “Jack Juína”. Trabalhava como paparazzo, tirando fotos e fazendo a divulgação e promoção de eventos culturais.

Em 2019, o fotógrafo foi preso pela Polícia Civil pelo crime de tráfico, comercializando drogas sintéticas em festas de Cuiabá. Devido a este fato, portava tornozeleira eletrônica

Jack se candidatou a deputado federal nas eleições de 2018 pelo Avante. Antes disso já havia disputado também o cargo de vereador em Juína no ano de 2008 pelo então Partido Progressista (PP – Atual Progressistas), obtendo apenas 61 votos.

O corpo de Jack Paparazzo deve ser sepultado na cidade de Juína, no jazigo pertencente à família.

 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

LEGISLATIVO

EXECUTIVO

JUDICIÁRIO

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA