Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

INCENTIVO

Organizações e iniciativas sociais podem se inscrever para receber incentivos da Fundação André e Lucia Maggi

A Fundação André e Lucia Maggi (FALM) está com inscrições abertas para o Incentivo Emergencial, voltado para organizações sociais formalizadas e iniciativas sociais formadas por voluntários, que estão atuando com ações diretas frente à pandemia com os públicos mais vulneráveis nas áreas de saúde, educação ou proteção social em Mato Grosso, Amazonas e Rondônia. Além de recursos financeiros, a FALM irá oferecer uma série de incentivos para apoiar as organizações e iniciativas nesse momento de crise. As inscrições vão até o dia 30 de outubro pelo site https://www.fundacaoandreeluciamaggi.org.br/incentivo.  

Quem pode participar? 

Podem se inscrever organizações sociais (pessoa jurídica sem finalidade econômica), como por exemplo, associações, cooperativas sociais ou organizações não governamentais. Outra modalidade de inscrição é voltada para pessoas que participam de uma iniciativa social (pessoa física), como por exemplo, pessoas que atuem em grupos de voluntários, lideranças comunitárias ou movimentos sociais. 


Quais os incentivos oferecidos?
 

Além de recursos financeiros (até R$ 10 mil para organizações sociais e até R$ 5 mil para iniciativas sociais), a FALM também irá oferecer uma série de incentivos como formação sobre captação de recursos por meios digitais, encontros online de fomento ao trabalho em rede, capacitação online para os não classificados e a Vitrine Virtual, onde as organizações e iniciativas terão suas causas divulgadas para que possam captar recursos de doações e ampliar a visibilidade. 

“O recurso pode ser utilizado para pagamento de despesas fixas e para atividades diretas para minimizar os impactos da COVID-19 junto aos públicos mais vulneráveis”, explica a coordenadora de Projetos da FALM, Lorraine Souza.  

Quais as áreas de atuação? 

O Incentivo Emergencial contempla ações e projetos desenvolvidos nas áreas de educação, como ensino e atividades educacionais à distância; empregabilidade e educação profissional e geração de renda para populações vulneráveis, entre outros. Já na área de saúde, os projetos podem ser voltados para saúde física, mental e emocional, diagnóstico e prevenção ao Coronavírus, entre outros. Já na área de proteção social, o incentivo quer apoiar projetos que atuem na prevenção e redução de da violência doméstica, assistência às comunidades e pessoas em vulnerabilidade social, entre outros.  

Como se inscrever? 

Acesse o site https://www.fundacaoandreeluciamaggi.org.br/incentivo, leia atentamente o regulamento, separe os documentos para consulta, prepare a planilha de custos (disponível no site) e tire suas últimas dúvidas na área “perguntas frequentes”. Após isso, é só clicar no botão “Fazer Inscrição” de acordo com o perfil do projeto, pessoa física ou jurídica, e será direcionado para o formulário de inscrição. Também é possível fazer o download do rascunho da ficha de inscrição, antes de preencher o formulário final.   

A Fundação André e Lucia Maggi (FALM) é uma organização social, responsável pela gestão do Investimento Social Privado da AMAGGI nas regiões estratégicas para a empresa. Acompanhe a FALM pelo siteFacebookYoutube e Instagram (@sigafalm). 

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  CGE apura que teletrabalho gerou R$ 54 milhões de economia para o Estado
Propaganda

GERAL

PGJ recebe Medalha Guardião do Paiaguás

“Como procurador-geral de Justiça de Mato Grosso me sinto muito honrado com a homenagem, que é extensiva a todos os integrantes do Ministério Público. Sabemos o quão simbólico é ser Guardião do Paiaguás, em razão da nossa história e da origem indígena do nome, e do significado de proteção do nosso Estado, a começar pelo Executivo e demais poderes, com respeito e harmonia”, afirmou José Antônio Borges Pereira, ao ser agraciado com a Medalha Guardião do Paiaguás na noite de segunda-feira (19). A maior honraria do Gabinete Militar foi concedida a 53 personalidades em agradecimento às contribuições para o desenvolvimento do Estado.

O governador Mauro Mendes parabenizou os homenageados por serem merecedores da medalha e destacou que a honraria é uma forma de agradecer pelos serviços prestados ao Governo, ao Palácio Paiaguás e aos cidadãos mato-grossenses. “Com essa medalha nós externalizamos a nossa gratidão e o nosso reconhecimento por esses serviços prestados. Algo que parece simbólico, mas que tem um valor muito importante. Quando o Gabinete Militar concede essa medalha, é uma forma de exprimir gratidão por atos e serviços praticados no dia-a-dia. E essa prática cotidiana faz com que o coletivo do nosso trabalho possa aparecer”, assegurou o governador.

O secretário Adjunto do Gabinete Militar, coronel Henrique de Souza, esclareceu que a  medalha foi criada para homenagear pessoas que de alguma forma colaboraram com o Governo do Estado de Mato Grosso. “Os agraciados foram muito merecedores, só tenho a agradecer a colaboração. Nesses quase dois anos de mandato do governador Mauro Mendes foram vários os momentos em que houve a colaboração do Ministério Público”, enfatizou o coronel.

Além do procurador-geral de Justiça, foram homenageadas autoridades como a primeira-dama Virginia Mendes, o vice-governador Otaviano Pivetta e os secretários de Estado Mauro Carvalho (Casa Civil), Rogério Gallo (Fazenda), Mauren Lazzaretti (Meio Ambiente), Alberto Machado (Cultura, Esporte e Lazer), Francisco Lopes (PGE) e Jordan Espíndola (Gabinete de Governo).

Origem – A Medalha Guardião do Paiaguás foi criada no dia 18 de outubro de 2005, pelo Decreto nº 6.635, para condecorar militares estaduais e federais, autoridades civis e pessoas da sociedade por relevantes serviços prestados. Trata-se de um reconhecimento àqueles que contribuíram e contribuem para o engrandecimento do Gabinete Militar e, consequentemente, para o desempenho das funções do Governador do Estado na busca por um Mato Grosso próspero e forte para os cidadãos.

Fonte: MPMT
COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Servidor da área administrativa da Secretaria de Saúde de Várzea Grande (MT) está com Covid-19
Continue lendo

vídeo publicitário

LEGISLATIVO

EXECUTIVO

JUDICIÁRIO

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA