Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

MAIS DE 1 MILHÃO

Ministério da Justiça leiloa gado apreendido em operações

O Ministério da Justiça e Segurança Pública está leiloando 434 cabeças de gado até o dia 24 de novembro. Os animais, 384 bois e vacas e 50 bezerros, foram apreendidos em operações de combate a crimes de lavagem de dinheiro no Mato Grosso. O valor total é avaliado em mais de R$ 1 milhão.

A Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas do Ministério da Justiça e Segurança Pública (Senad/MJSP) tem investido dinheiro de bens apreendidos na polícia. Os policiais são melhor equipados e capacitados com essa verba e, ao mesmo tempo, descapitaliza as organizações criminosas.

Em razão da pandemia da COVID-19, o leilão ocorre exclusivamente na modalidade online. No entanto, os lotes ofertados estão disponíveis para exame e visitação de interessados mediante agendamento prévio via e-mail. Os animais estão na Fazenda Colibri, situada a cerca de 150km de Cuiabá (MT), no município de Santo Antônio do Leverger (MT).

Os lances podem ser efetuados por pessoa física ou jurídica, até as 15h (horário de Brasília) do dia 24 de novembro, por meio do site Canal Judicial.

Leia Também:  Avó de Michelle Bolsonaro piora da covid-19 e é entubada

Edição: Pedro Ivo de Oliveira

Fonte: EBC Geral

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

GERAL

Dono da Havan recebe apoio de Eduardo Bolsonaro ao dizer que vai abrir lojas

O empresário Luciano Hang , dono da rede de lojas Havan , disse que o fechamento de estabelecimentos comerciais durante a pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2) é “hipocrisia” e que não se pode mais “fazer política com os brasileiros”.

“Esse é um recado que eu quero passar para todo comerciante desse Brasil. Não vamos fechar mais. Eu conclamo todos os comerciantes e todas as pessoas de bem deste Brasil. Nós não vamos fechar mais. Chega de hipocrisia”, afirmou Hang.

O vídeo no qual o empresário faz essas declarações foi compartilhado pelo deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), com o comentário “apoiado”.

Enquanto uma vacina para a Covid-19 não é aprovada, o isolamento social e a não realização de aglomerações para evitar que a doença se espalhe. O uso de máscaras ainda permanece como recomendação das autoridades sanitárias.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Surto de covid no Brasil deve "acabar" depois do Natal, sugere estudo
Continue lendo

vídeo publicitário

LEGISLATIVO

EXECUTIVO

JUDICIÁRIO

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA