Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

LUTO

LUTO: Mauro e Vírginia lamentam morte da mãe do deputado Eduardo Botelho

O governador Mauro Mendes (DEM), a primeira-dama Virginia Mendes  e o secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho lamentaram a morte de dona Venina de Souza, mãe do deputado estadual Eduardo Botelho (DEM), nesta quinta-feira (13), aos 83 anos, em Cuiabá.

“A perda de um ente querido é sempre difícil, mas perder a mãe é terrível, é uma dor enorme. Estamos em oração para que o deputado passe por esse momento com o conforto de que dona Venina está nos braços de Deus”, lamentaram Mauro e Virgínia.

O secretário-chefe da Casa Civil desejou que o “amigo tenha forças para superar esse momento tão difícil que é perder a mãe”.

O velório será na Sala das Orquídeas, na Capela Jardins, em Cuiabá, a partir das 23 horas, e o sepultamento ocorrerá, nesta sexta-feira (14), em Jangada.

PERDA

Morreu na tarde desta quinta-feira (13), aos 83 anos, Venina Vieira de Souza, mãe do deputado Eduardo Botelho (DEM). Ela faleceu de causas naturais em casa, no bairro no CPA III, Setor II, em Cuiabá.

Leia Também:  Cuiabá, Várzea Grande e mais 63 cidades têm alerta de temporais nesta semana

Natural de Várzea Grande, dona Venina teve oito filhos, sendo dois deles políticos mato-grossenses, Botelho e o ex-deputado Luiz Marinho.

“Peço a Deus que alivie a dor dos nossos corações e conceda a Paz Eterna à nossa mãe!”, afirmou Botelho

Da vida dura na roça às salas de aulas, a professora aposentada deixou um exemplo de mãe protetora, que não media esforços para cuidar dos filhos e ensinar. Sempre atuando à frente do seu tempo, deixa um grande legado também à Educação.

RepórterMT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

GERAL

Fotógrafo ‘Jack Paparazzo’ morre em acidente na Rodovia dos Imigrantes em VG; veja vídeo

Da Redação RDM

Uma câmera de segurança flagrou neste domingo (23) um acidente na Rodovia dos Imigrantes, em Várzea Grande, que tirou a vida do fotógrafo Reginaldo da Silva (43), conhecido no meio da imprensa mato-grossense como ‘Jack Paparazzo’.

Veja VÍDEO no final desta matéria

Nas imagens, é possível ver que o fotógrafo aguarda no cruzamento para poder atravessar a estrada com sua motocicleta. No entanto, Jack avança antes que uma carreta completasse sua passagem e acaba atingindo o meio da carreta, na parte da carroceria do veículo.

Com o impacto, Jack é arremessado violentamente para a lateral da pistao. O veículo de carga chega a passar por cima de parte do corpo do fotógrafo.

O motorista da carreta não sente a batida da moto de Jack Paparazzo em seu veículo e segue viagem normalmente, enquanto Jack fica caído no chão. A morte foi constatada ainda no local pela equipe da empresa Rota do Oeste, administradora da rodovia.

A Polícia Civil investiga o caso e, tanto a perícia qanto as imagens do acidente devem ajudar a entender a dinâmica do acidente e identificar as circunstâncias exatas do acontecido.

Leia Também:  Unidades de internação de adolescentes não podem ultrapassar capacidade projetada

Sobre o Fotógrafo

Reginaldo da Silva morou por 13 anos em Juína, e por isso também era conhecido como “Jack Juína”. Trabalhava como paparazzo, tirando fotos e fazendo a divulgação e promoção de eventos culturais.

Em 2019, o fotógrafo foi preso pela Polícia Civil pelo crime de tráfico, comercializando drogas sintéticas em festas de Cuiabá. Devido a este fato, portava tornozeleira eletrônica

Jack se candidatou a deputado federal nas eleições de 2018 pelo Avante. Antes disso já havia disputado também o cargo de vereador em Juína no ano de 2008 pelo então Partido Progressista (PP – Atual Progressistas), obtendo apenas 61 votos.

O corpo de Jack Paparazzo deve ser sepultado na cidade de Juína, no jazigo pertencente à família.

 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

LEGISLATIVO

EXECUTIVO

JUDICIÁRIO

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA