Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

MULTIVACINAÇÃO

Hoje é de Dia D de Multivacinação em todo o país

Neste sábado (17) ocorre o Dia D de Vacinação e mobilização nacional em favor da imunização. De 5 a 30 de outubro, o Ministério da Saúde realiza a Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e a Campanha Nacional de Multivacinação para atualização da caderneta de vacinação das crianças e adolescentes.

Os municípios têm autonomia para definir as estratégias de vacinação, seguindo as orientações do Ministério; também foram orientados a estruturarem os pontos de vacinação em lugares arejados. Há ainda a indicação de evitar aglomeração, visando mitigar a propagação do coronavírus.

O grupo alvo da vacinação contra a poliomielite é formado por crianças na faixa etária entre 1 a 4 anos de idade. As crianças deverão ser imunizadas indiscriminadamente com a Vacina Oral Poliomielite (VOP). De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT), o total de crianças a ser vacinado durante toda a campanha em Mato Grosso é de 205.976; a meta mínima é vacinar 95% do público-alvo.

Na multivacinação, o público é formado por crianças e adolescentes menores de 15 anos de idade, sendo ofertadas todas as vacinas do calendário básico de vacinação da criança e do adolescente.

Leia Também:  Ministro Celso de Mello destaca importância do STF para o equilíbrio institucional

As campanhas oportunizam o acesso às vacinas, a atualização da situação vacinal, o aumento das coberturas vacinais e homogeneidade, a redução da incidência de doenças imunopreveníveis e contribui para o controle, eliminação e a erradicação dessas doenças.

É importante frisar que o Brasil não detecta casos de poliomielite desde 1990 e, em 1994, recebeu a certificação de área livre de circulação do poliovírus selvagem por parte da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS). O país envida esforços para atingir a meta dos indicadores preconizados pelo Ministério da Saúde para a manutenção do território livre da doença.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

GERAL

PGJ recebe Medalha Guardião do Paiaguás

“Como procurador-geral de Justiça de Mato Grosso me sinto muito honrado com a homenagem, que é extensiva a todos os integrantes do Ministério Público. Sabemos o quão simbólico é ser Guardião do Paiaguás, em razão da nossa história e da origem indígena do nome, e do significado de proteção do nosso Estado, a começar pelo Executivo e demais poderes, com respeito e harmonia”, afirmou José Antônio Borges Pereira, ao ser agraciado com a Medalha Guardião do Paiaguás na noite de segunda-feira (19). A maior honraria do Gabinete Militar foi concedida a 53 personalidades em agradecimento às contribuições para o desenvolvimento do Estado.

O governador Mauro Mendes parabenizou os homenageados por serem merecedores da medalha e destacou que a honraria é uma forma de agradecer pelos serviços prestados ao Governo, ao Palácio Paiaguás e aos cidadãos mato-grossenses. “Com essa medalha nós externalizamos a nossa gratidão e o nosso reconhecimento por esses serviços prestados. Algo que parece simbólico, mas que tem um valor muito importante. Quando o Gabinete Militar concede essa medalha, é uma forma de exprimir gratidão por atos e serviços praticados no dia-a-dia. E essa prática cotidiana faz com que o coletivo do nosso trabalho possa aparecer”, assegurou o governador.

O secretário Adjunto do Gabinete Militar, coronel Henrique de Souza, esclareceu que a  medalha foi criada para homenagear pessoas que de alguma forma colaboraram com o Governo do Estado de Mato Grosso. “Os agraciados foram muito merecedores, só tenho a agradecer a colaboração. Nesses quase dois anos de mandato do governador Mauro Mendes foram vários os momentos em que houve a colaboração do Ministério Público”, enfatizou o coronel.

Além do procurador-geral de Justiça, foram homenageadas autoridades como a primeira-dama Virginia Mendes, o vice-governador Otaviano Pivetta e os secretários de Estado Mauro Carvalho (Casa Civil), Rogério Gallo (Fazenda), Mauren Lazzaretti (Meio Ambiente), Alberto Machado (Cultura, Esporte e Lazer), Francisco Lopes (PGE) e Jordan Espíndola (Gabinete de Governo).

Origem – A Medalha Guardião do Paiaguás foi criada no dia 18 de outubro de 2005, pelo Decreto nº 6.635, para condecorar militares estaduais e federais, autoridades civis e pessoas da sociedade por relevantes serviços prestados. Trata-se de um reconhecimento àqueles que contribuíram e contribuem para o engrandecimento do Gabinete Militar e, consequentemente, para o desempenho das funções do Governador do Estado na busca por um Mato Grosso próspero e forte para os cidadãos.

Fonte: MPMT
COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Projeto de lei regulamenta novo Fundeb
Continue lendo

vídeo publicitário

LEGISLATIVO

EXECUTIVO

JUDICIÁRIO

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA