Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

COMANDO REGIONAL

Força Tática prende quatro e apreende 100 tabletes de coca e R$ 52 mil em dinheiro

Policiais da 20ª Companhia de Força Tática de Cuiabá, unidade do 1º Comando Regional, prenderam no início da noite de sexta-feira (16.10) quatro pessoas, três homens e uma mulher, e apreenderam 116 tabletes de droga, sendo 70  de cloridrato de cocaína e 46 de pasta base. Também foram apreendidos R$ 52,2 mil em dinheiro e uma pistola calibre 380.

A ação se desencadeou, a partir da abordagem de dois homens no estacionamento de um posto de combustível, na Avenida Professora Edna Affi(das Torres), em Cuiabá. Um dos suspeitos havia acabado de entregar uma mochila, de cor preta, para outro homem. Na mochila havia três tabletes de cloridrato de cocaína.

As duas prisões levaram a uma residência no bairro Belita Costa Marques, na mesma região da abordagem, onde os policiais encontraram a droga. O entorpecente estava no quarto do casal, um dos homens presos no posto, e da mulher dele. O dinheiro estava no quarda-roupas do mesmo quarto. Lá, além da mulher ocorreu a terceira prisão.

Leia Também:  Bolsonaro quebra regra de Guedes sobre gastos e abre concursos públicos; entenda

Estima-se que a retirada de circulação dessa quantidade de droga nessa ação da Polícia Militar tenha resultado em um prejuízo de mais de R$ 2 milhões para o crime organizado.

E por haver suspeite de que de tráfico internacional de droga, todos os suspeitos e produtos apreendidos foram entregue na Polícia Federal, em Cuiabá, para que as investigações possam prosseguir.

Diferença 

A cocaína na forma de cloridrato está em pó, é solúvel, já sob a forma de uma base é o crack, petrificada, pouco solúvel. Ambas são comercializadas por preços diferentes e consumidas de maneira diferentes.

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

GERAL

PGJ recebe Medalha Guardião do Paiaguás

“Como procurador-geral de Justiça de Mato Grosso me sinto muito honrado com a homenagem, que é extensiva a todos os integrantes do Ministério Público. Sabemos o quão simbólico é ser Guardião do Paiaguás, em razão da nossa história e da origem indígena do nome, e do significado de proteção do nosso Estado, a começar pelo Executivo e demais poderes, com respeito e harmonia”, afirmou José Antônio Borges Pereira, ao ser agraciado com a Medalha Guardião do Paiaguás na noite de segunda-feira (19). A maior honraria do Gabinete Militar foi concedida a 53 personalidades em agradecimento às contribuições para o desenvolvimento do Estado.

O governador Mauro Mendes parabenizou os homenageados por serem merecedores da medalha e destacou que a honraria é uma forma de agradecer pelos serviços prestados ao Governo, ao Palácio Paiaguás e aos cidadãos mato-grossenses. “Com essa medalha nós externalizamos a nossa gratidão e o nosso reconhecimento por esses serviços prestados. Algo que parece simbólico, mas que tem um valor muito importante. Quando o Gabinete Militar concede essa medalha, é uma forma de exprimir gratidão por atos e serviços praticados no dia-a-dia. E essa prática cotidiana faz com que o coletivo do nosso trabalho possa aparecer”, assegurou o governador.

O secretário Adjunto do Gabinete Militar, coronel Henrique de Souza, esclareceu que a  medalha foi criada para homenagear pessoas que de alguma forma colaboraram com o Governo do Estado de Mato Grosso. “Os agraciados foram muito merecedores, só tenho a agradecer a colaboração. Nesses quase dois anos de mandato do governador Mauro Mendes foram vários os momentos em que houve a colaboração do Ministério Público”, enfatizou o coronel.

Além do procurador-geral de Justiça, foram homenageadas autoridades como a primeira-dama Virginia Mendes, o vice-governador Otaviano Pivetta e os secretários de Estado Mauro Carvalho (Casa Civil), Rogério Gallo (Fazenda), Mauren Lazzaretti (Meio Ambiente), Alberto Machado (Cultura, Esporte e Lazer), Francisco Lopes (PGE) e Jordan Espíndola (Gabinete de Governo).

Origem – A Medalha Guardião do Paiaguás foi criada no dia 18 de outubro de 2005, pelo Decreto nº 6.635, para condecorar militares estaduais e federais, autoridades civis e pessoas da sociedade por relevantes serviços prestados. Trata-se de um reconhecimento àqueles que contribuíram e contribuem para o engrandecimento do Gabinete Militar e, consequentemente, para o desempenho das funções do Governador do Estado na busca por um Mato Grosso próspero e forte para os cidadãos.

Fonte: MPMT
COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Projeto prevê pensão vitalícia a famílias de vítimas do trânsito
Continue lendo

vídeo publicitário

LEGISLATIVO

EXECUTIVO

JUDICIÁRIO

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA