Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

PROJETO

Câmara debate educação domiciliar para pessoas com deficiência

O Departamento de Comissões da Câmara dos Deputados promove nesta sexta-feira (14) um debate sobre o projeto de lei (PL 3179/12) que permite a educação domiciliar, com ênfase no ensino especial.

Foram convidados para o encontro, que terá como tema “Educação Inclusiva sob a ótica do Homeschooling”:

  • a diretora de Educação Especial do Ministério da Educação (MEC), Nídia Regina Limeira de Sá;
  • o superintendente do Instituto Rodrigo Mendes, Rodrigo Hübner Mendes;
  • a representante do coletivo Hellen Keller e Rede-In, Mariana Rosa;
  • a advogada e membro da Coalizão Brasileira de Educação Inclusiva, Laís Figueiredo;
  • o representante do Conselho Federal da OAB no Conselho Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Conade), Gonzalo Lopes; e
  • a coordenadora-geral de Políticas, Regulação e Formação de Profissionais em Educação Especial do MEC, Linair Moura Barros Martins.

O debate será no plenário 2, às 10 horas.

Da Redação – RS

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Webinar debate adesão do governo brasileiro a acordo internacional de combate ao cibercrime
Propaganda

GERAL

Apuração é encerrada no Peru e Castillo lidera com 50,125% dos votos

A apuração dos votos do segundo turno da eleição presidencial peruana – realizada no último dia 6 – foi encerrada nessa terça-feira (15). O candidato socialista Pedro Castillo manteve sua estreita margem sobre a rival conservadora Keiko Fujimori.

A contagem foi encerrada com 44.058 votos a mais para Castillo, que pode enfrentar ainda possíveis contestações jurídicas de Keiko Fujimori. Ela fez acusações de fraude com poucas provas e tentou fazer com que alguns votos fossem anulados.

A ascensão repentina do professor, de 51 anos, estremeceu as elites políticas e empresariais do Peru, e pode ter grande impacto na indústria de mineração do segundo maior produtor de cobre do mundo, já que Castillo planeja aumentos expressivos nos impostos ao setor.

“Votos apurados 100%. A vitória pertence ao professor”, disse o partido socialista Peru Livre no Twitter.

Castillo prometeu que não permitirá que rivais quebrem a vontade do povo e tentem reverter as eleições. O país viu apoiadores de ambos os lados tomarem as ruas em manifestações nos últimos dias.

Filho de camponeses, Castillo alcançou 50,125% dos votos, enquanto Keiko, a filha mais velha do ex-presidente Alberto Fujimori, hoje preso, teve 49,875%.

Leia Também:  A dramática situação dos profissionais da Enfermagem na linha de frente do combate ao coronavírus

Em entrevista na sede de seu partido em Lima, Castillo que vai respeitar as autoridades eleitorais, pediu que elas acabem com a incerteza e confirmem rapidamente o resultado.

“Não vamos permitir que um povo oprimido continue sendo discriminado por mais anos. As coisas foram colocadas na mesa de maneira democrática, e precisa haver um caminho democrático para resolver”, afirmou.

Pelo Twitter, Keiko Fujimori disse na segunda-feira que pede apenas uma votação limpa e que todas as irregularidades sejam averiguadas. “Não vamos desistir”.

Observadores da eleição afirmaram que pode levar semanas até que as autoridades decidam sobre as ações legais e declarem um vencedor para a disputa.

O partido de Castillo rejeita as acusações de fraude, e observadores internacionais em Lima já declararam que as eleições aconteceram de maneira transparente.

* Com informações da Agência Reuters

Edição: Graça Adjuto

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

LEGISLATIVO

EXECUTIVO

JUDICIÁRIO

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA