Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

INVESTIMENTOS

“Mato Grosso será o Estado que mais vai crescer no Brasil nos próximos 10 anos”, avalia empresário

Ao assinar o seu terceiro contrato de concessão rodoviária nesta quinta-feira (06.05), dessa vez entre Governo de Mato Grosso e o Consórcio Via Brasil MT-246, o empresário João Garcia Couri Neto avaliou positivamente a atual gestão do Estado ao proporcionar aos demais empresários do país um cenário de confiança e credibilidade.

Para ele, as ações tomadas pelo Governo de Mato Grosso possibilitaram aos empresários apostarem no futuro promissor do Estado. O Consórcio Via Brasil MT-246 foi o vencedor do leilão do lote 2, o maior lote de rodovias colocado em concessão, referente a 233,2 quilômetros, das rodovias MT-246, MT-343, MT-358 e MT-480, nos trechos de Jangada a Itanorte.

O contrato soma R$ 3,103 bilhões e os investimentos a serem aportados pela concessionária na malha rodoviária está estimado em R$ 815 milhões.  Além desse contrato, o Consórcio Via Brasil já é o responsável por duas concessões, das MT-320 e MT-208, em Alta Floresta, e da MT-100, em Alto Taquari.

“Esta é a terceira concessão que a Via Brasil assume hoje no Estado. A Via Brasil crê que Mato Grosso será o Estado que mais vai crescer no Brasil nos próximos 10 anos. Temos convicção disso. Estamos aqui um pouco mais de tempo e conhecemos a força desse governo, do corpo gestor e acreditamos em tudo que foi colocado aqui hoje, na capacidade condutiva da equipe que participa dessa concessão”, afirmou o empresário ao assinar o contrato de concessão.

Leia Também:  Governo finaliza construção de pontes de concreto e melhora logística no Médio-Norte

João Garcia Couri avaliou ainda que as concessões são uma solução de futuro para estados como Mato Grosso, de grande extensão territorial e em pleno desenvolvimento econômico. “As concessões são caminhos para o desenvolvimento e conversam plenamente com aquilo que o governo está se propondo: fazer com que Mato Grosso, de fato, seja a promessa da potência que ele tem hoje na infraestrutura e naquilo que o Estado necessita para alcançar tudo aquilo que almeja. E estamos aqui para contribuir com isso”, reforçou.

Com mais de 23 anos de atuação na área de infraestrutura e 12 anos na área de concessões, o empresário também destacou a lisura e transparência do Governo de Mato Grosso na condução dos processos de concessão, que totalizam 512,2 quilômetros repassados à iniciativa privada, em um total de três lotes.

Além do contrato de concessão com o Via Brasil MT -246, também foram assinados os contratos referentes ao lote 1, entre Tabaporã e Sinop, junto ao Consórcio Via Norte Sul e soma R$ 1,6 bilhão. Estão previstos investimentos de R$ 267 milhões em serviços de conservação, recuperação, manutenção e implantação de melhorias em 138,4 quilômetros da MT-220.

Leia Também:  Banda de Cáceres ‘O Mormaço Severino’ lança álbum com músicas autorais

Já o contrato relativo ao lote 3, entre Primavera do Leste e Paranatinga, foi assinado junto ao Consórcio Rota dos Grãos e soma R$ 1,9 bilhão. Serão realizados investimentos de R$ 365 milhões em uma extensão total de 140,6 quilômetros da MT-130.

“Mato Grosso, de fato, está se propondo a fazer algo diferente, com a figura de verificador independente, com um marco regulatório importante, com a cobrança para que o contrato de concessão entregue para a população aquilo que se espera. Mas também uma abertura ao diálogo visando que o empresário tenha uma relação tratada na medida do bom senso, daquilo que precisa ser entregue”, encerrou o empresário.

Ao todo, os contratos de concessões somam mais de R$ 6 bilhões e os investimentos previstos para serem aplicados diretamente na melhoria da malha rodoviária são de cerca de R$ 1,4 bilhão. Somente em tributos municipais serão recolhidos R$ 300 milhões e gerados mais de 5 mil empregos diretos com essas concessões que, atualmente, já compreendem 1,8 mil quilômetros de rodovias estaduais em Mato Grosso.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Executivo

“O progresso não pode parar!”, diz Pivetta ao assumir o Paiaguás

O vice-governador, Otaviano Pivetta (sem partido), assumiu o Governo de Mato Grosso nesta terça-feira (26), devido a viagem internacional do governador Mauro Mendes (DEM) para representar o Estado na Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas de 2021 (COP 26), na Dinamarca e Escócia. Pivetta ficará no cargo por dez dias, até o retorno de Mendes.

“O progresso não pode parar! Hoje, assumo como Governador do Estado de Estado de Mato Grosso, em função de uma importante agenda institucional que Mauro Mendes estará liderando na Europa até a semana que vem. O Governo está unido e alinhado no mesmo propósito”, diz publicação de Pivetta no Instagram.

Veja:

ÚnicaNews

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Governo de Mato Grosso acaba com mais de 4 mil cargos após aprovação de lei
Continue lendo

vídeo publicitário

LEGISLATIVO

EXECUTIVO

JUDICIÁRIO

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA