Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

PROJETO

Governo Federal anuncia a Wellington Fagundes recursos para novas obras de infraestrutura em MT

Com a aprovação de projetos de lei pelo Congresso Nacional que viabilizam recursos, serão possíveis obras de pavimentação para três rodovias federais no Estado.

O presidente Jair Bolsonaro enviou ao Congresso Nacional dois projetos de lei que abrem o Orçamento da União e, garantem quatro importantes obras de infraestrutura terrestre para o estado de Mato Grosso. O comunicado foi feito por meio da Casa Civil ao senador Wellington Fagundes (PL-MT), presidente da Frente Parlamentar de Logística e Infraestrutura (Frenlogi). Os projetos devem ser analisados em regime de urgência pela Comissão Mista de Orçamento.

O maior valor previsto no projeto, na ordem de R$ 14,6 milhões, possibilita obras de adequação de trecho da BR-163/364, ligando Rondonópolis, Cuiabá e Posto Gil. Nesse trecho, a cargo do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (DNIT), a única parte ainda não duplicada é a que liga Cuiabá a Rosário Oeste, totalizando 103 quilômetros.

Além disso, estão cogitados recursos para a construção do trecho rodoviário ligando Uruaçu, na divisa de Goiás com Mato Grosso, chegando à cidade de Ribeirão Cascalheira, na BR-080. Para esta obra, o Governo, de acordo com o projeto orçamentário, destinará R$ 29,2 milhões. O Planalto vai destinar também, na abertura do orçamento, mais R$ 10 milhões para BR-158, referentes às obras no trecho ligando Ribeirão Cascalheira à divisa de Mato Grosso com o Pará.

Leia Também:  Governador cumpriu de forma total ou parcial 22 das 27 promessas de campanha

Outra obra importante destacada no comunicado, e divulgada pelo senador Wellington Fagundes, é o contorno rodoviário de Barra do Garças, localizado na BR 070. Assim que o Congresso Nacional aprovar o projeto, serão liberados R$ 4,9 milhões para a obra. Fagundes celebrou a liberação desses recursos, prometida pelo ministro de Infraestrutura Tarcísio de Freitas.

“Esse é um projeto que temos lutado muito pela sua conclusão, porque vai representar, acima de tudo, a melhoria de qualidade de vida da população de Barra do Garças” – frisou Fagundes. Todo o fluxo de carretas e caminhões na BR-070 passa pela região central do município. A obra já está em andamento, com orçamento estimado em R$ 17 milhões.

Conservação de ativos

Membro da Comissão Mista de Orçamento do Congresso Nacional, Wellington Fagundes voltou a reafirmar a necessidade de seguir trabalhando por acréscimos nos recursos voltados à infraestrutura. Diante de uma crise fiscal aguda, potencializada pela pandemia da Covid-19, o orçamento para conservação dos ativos rodoviários a cargo do DNIT necessitam ser ampliados.

Leia Também:  Prefeitura cumpre acordo, paga R$ 3 mi ao HCan e unidade volta a funcionar

Os valores a serem investidos com a abertura do Orçamento prevêem, construção, manutenção e adequação de diversos trechos rodoviários, além de acesso a contornos e travessias urbanas. “Vamos seguir trabalhando, sempre, até porque o investimento em infraestrutura é o caminho mais rápido para que o Brasil possa responder à crise, com geração de emprego”, frisou Fagundes.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Executivo

Governo investe na construção de bases da PM e moradias para militares em MT

Da Redação com Assessoria

O Governo do Estado vai investir R$ 14,3 milhões para a construção de bases e moradias para a Polícia Militar de mais três municípios de Mato Grosso. A assinatura do convênio ocorreu nesta terça-feira (18.01) e vai garantir o repasse de recursos para os municípios de São José do Rio Claro, São José do Xingu e Santa Cruz do Xingu investirem na estruturação de suas unidades da Polícia Militar.

O convênio assinado prevê a construção de um novo Batalhão para Polícia Militar em São José do Rio Claro, orçado em R$ 4,6 milhões. Em São José do Xingu e Santa Cruz do Xingu serão construídos um Núcleo da PM e uma Vila Militar, em cada um dos municípios. Ambos receberão a quantia de R$ 5 milhões.

Além desses três municípios, outros três também já foram beneficiados com os convênios, que somam um total de R$ 29,3 milhões.

Durante a assinatura, o governador Mauro Mendes destacou que a Polícia Militar estava há 24 anos sem investimentos. “Hoje temos importantes investimentos que vão criar melhores condições para atuação das forças de segurança e, com isso, uma segurança mais efetiva e real para os cidadãos mato-grossenses”, ponderou Mauro Mendes.

Leia Também:  Com reforma do IR distante, governo busca alternativas para o Bolsa Família

O secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, lembrou que a segurança de Mato Grosso está evoluindo e tanto os policiais quanto a população serão beneficiados.  “Com melhor estrutura de trabalho, o policial vai trabalhar mais feliz e isso vai melhorar a qualidade dos serviços prestados à sociedade”, disse o secretário.

O prefeito de São José do Xingu, Sandro José da Costa, agradeceu a preocupação do governador de enviar investimentos para a Polícia Militar do município. “Esses investimentos são importantes para o desenvolvimento da nossa região. Segurança é um anseio da população. Estamos dispostos a fazer tudo que for possível para execução dessas obras o mais rápido”, disse.

O prefeito do município de São José do Rio Claro, Levi Ribeiro, que foi beneficiado com a construção de um Batalhão da Polícia Militar também destacou a sensação de segurança que estes investimentos irão propiciar. “Estamos numa região que há muitos conflitos por madeira e construir um batalhão da PM para o município vai proporcionar muito mais segurança”, pontuou.

O primeiro convênio foi assinado no dia 5 de janeiro na ordem de R$ 15 milhões, para a construção de bases para Polícia Militar e Vilas Militares, nos municípios de Cocalinho, Itaúba e União do Sul. O convênio prevê a construção de três Batalhões e dois Núcleos da Polícia Militar e duas Vilas Militares, com capacidade para 12 policiais, cada.

Leia Também:  Agente da PF é baleado durante operação em Cuiabá e salvo pelo colete
COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

LEGISLATIVO

EXECUTIVO

JUDICIÁRIO

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA