Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

SAIU NA FRENTE

GOL DE PLACA: EMANUEL PINHEIRO ACERTA EM CHEIO NA COPA AMÉRICA

Claro que não se trata do gol de pênalti (que pênalti??) feito pelo prefeito em uma pelada de final de semana, mas de mais um capitulo da novela Bolacha/Biscoito.

Conforme a tabela divulgada pela Conmebol, entidade responsável pela organização do torneio, Cuiabá será sede de cinco jogos da Copa América de 2021. Receberemos as seleções da Argentina, Colômbia, Equador, Chile, Bolívia e Uruguai. Os jogos se darão na Arena Pantanal.

Aceitar os jogos em solo mato-grossense, pelo governador Mauro Mendes (DEM), mais parece ter sido para atender um pedido do presidente Bolsonaro, saindo do radar presidencial e somando alguns pontos para futuros pedidos, do que algo realmente desejado, tanto que a secretaria de estado de Saúde se manteve em silêncio, sem crítica e sem defesa ao evento.

Já o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) se declarou contra o evento em seu município; nenhuma surpresa, afinal Mauro Mendes é favorável.

Mas aí veio a grande tacada, “Apoio o evento se me enviarem 670 mil doses de vacina para imunizar o povo cuiabano, aplico todas em uma semana”, disse.

Leia Também:  Governo de MT já distribuiu 99,5% das doses recebidas; veja quanto cada município aplicou

E não era só isso. Sem criticar Bolsonaro por tomar a decisão de trazer o torneio neste momento da pandemia, se valendo dos elogios feitos por ele ao presidente pelo envio de recursos ao município para combate á Covid-19 no ano passado e de seu filho deputado federal Emanuelzinho (PTB), conseguiu agenda para discutir a liberação das vacinas, não com o ministro da saúde Marcelo Queiroga, mas com o presidente Jair Bolsonaro!

Mesmo que na conversa com o presidente nem se toque no assunto de doses extras para Cuiabá.

Mesmo que não recebamos uma única dose a mais por conta do pedido do prefeito, o primeiro gol da Copa América 2021 acaba de ser marcado!

PHDNEWS

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Executivo

BPC: governo quer mudar regras do benefício e ampliar número de recebedores

O governo federal quer alterar as regras do Benefício de Prestação Continuada (BPC) . Atualmente, quem assina c arteira de trabalho perde direito ao benefício de R$ 1.100 , no entanto, governo quer pagar R$ 550 para quem conseguir emprego.

Para que isso aconteça, o emprego formal precisa pagar ao menos dois salários mínimos (R$ 2.200), como adiantou a Folha de São Paulo. A intenção do governo é estimular o emprego entre aqueles que recebem o programa.

A equipe econômica embutiu a alteração numa Medida Provisória já aprovada pelo Congresso, e segue para sanção presidencial, que deve acontecer em julho.

A previsão é de redução nos gastos do BPC. A legislação federal exige que empresas com cem ou mais funcionários ocupem de 2% a 5% de seus cargos com pessoas com deficiência. Com isso, a equipe econômica espera que cerca de 300 mil vagas para trabalhadores com deficiência sejam preenchidas.

Se a previsão se concretizar, serão economizados R$ 165 milhões.

Você viu?

Quem pode solicitar?

Aqueles que nunca pagaram mensalmente o carnê previdenciário podem conseguir o  Benefício de Prestação Continuada (BPC), popularmente conhecido como LOAS.

Leia Também:  CNS publica recomendação com orientações para MS e MEC sobre residências em Saúde frente à crise do Coronavírus

O Benefício de Prestação Continuada (BPC) da Lei Orgânica da Assistência Social (LOAS) é a garantia de um salário mínimo mensal à pessoa com deficiência que comprove não possuir meios de prover a própria manutenção, nem de tê-la provida por sua família.

Critérios

Tem direito ao BPC o brasileiro, nato ou naturalizado, e as pessoas de nacionalidade portuguesa, desde que comprovem residência fixa no Brasil e renda por pessoa do grupo familiar inferior a ¼ de salário mínimo atual.

Também posem solicitar o benefício as pessoas que apresentam impedimentos de longo prazo (mínimo de 2 anos) de natureza física, mental, intelectual ou sensorial, os quais, em interação com diversas barreiras, podem obstruir sua participação plena e efetiva na sociedade em igualdade de condições com as demais pessoas.

Leia Também:  Mato Grosso registra 162.389 casos e 4.191 óbitos por Covid-19

Veja  aqui o passo a passo para conseguir o BPC.

 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

LEGISLATIVO

EXECUTIVO

JUDICIÁRIO

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA