Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

PROJETO

Alunos do Jiu-Jitsu Rotam participam do campeonato mundial da categoria em SP

Da Redação com Assessoria

Na manhã desta quarta-feira (24.11), 15 atletas do projeto Jiu Jitsu Rotam, desenvolvido pela unidade de Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas, embarcaram para a Capital paulista, onde vão disputar o Campeonato Mundial da categoria. O torneio, que acontece desde 1996, está na sua 25ª edição.

Realizada pela Federação Internacional de Jiu Jitsu (IBJJF), a competição será disputada entre os dias 25 e 28 de novembro, no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo, que receberá delegações de diversos países.

A equipe da Rotam, coordenada pelo sargento da PM Roderiky Cardoso Ferreira e pelo cabo Victor Vinicius Carvalho Paz  terá representantes nas categorias adulto, infanto-juvenil, juvenil e juvenil 2.

Com a missão de formar cidadãos, as atividades do projeto social Jiu-Jitsu Rotam conta com o apoio de policiais militares voluntários da unidade especializada da PM. As aulas são divididas por faixa etária e ocorrem às segundas, quartas e sextas-feiras, no Dojo Ninho dos Águias, na sede da unidade, localizada no bairro Dom Aquino. Este ano, os alunos do projeto social da PM já acumularam, em menos de um mês, 29 medalhas, já que na última semana de junho, eles trouxeram para Mato Grosso nove medalhas conquistadas no Campeonato Sul-Americano de Jiu-Jitsu, que também foi realizado em São Paulo.

Leia Também:  Presidente Jair Bolsonaro continua sem partido e nega candidatura independente
COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ESPORTE

Cuiabá e Athlético-PR fazem confronto direto contra Z4

Globoesporte

Em confronto direto, Athletico e Cuiabá duelam nesta sexta-feira, às 19h, na Arena da Baixada, em jogo atrasado da 35ª rodada do Brasileirão. O Furacão ocupa a 16ª colocação, com 42 pontos. O Dourado está pouco acima, em 15°, com 43 pontos.

O Athletico se complicou na Série A e está dois pontos acima do Bahia, que abre o Z-4. Após o título da Sul-Americana, o time rubro-negro agora tenta escapar do rebaixamento antes das finais da Copa do Brasil. O Furacão não vence há quatro jogos no Brasileirão, com um empate e três derrotas – a última para o Corinthians, fora de casa. A equipe atleticana não vence desde 10 de novembro, diante do Ceará.

O Cuiabá chega precisando da reabilitação após derrota amarga para os garotos do Palmeiras dentro da Arena Pantanal. O Dourado ainda faz contas para escapar do rebaixamento e falta ao menos uma vitória. Fora de casa a última vitória foi diante do Juventude, no dia 11 de setembro.

Athletico – Técnico: Alberto Valentim

Leia Também:  “Demonizou-se o poder para apoderar-se dele”, critica Gilmar Mendes sobre Moro e Dallagnol

O treinador atleticano não tem o meio-campista Christian, suspenso. Assim, David Terans retorna ao time após ser poupado no primeiro tempo contra o Corinthians. O restante do time é o mesmo.

A provável escalação do Athletico tem Santos; Pedro Henrique, Thiago Heleno e Nicolás Hernández; Marcinho, Erick, Léo Cittadini e Abner; Nikão, David Terans e Pedro Rocha

Desfalques: meia Christian (suspenso); atacante Carlos Eduardo (lesão muscular), centroavante Renato Kayzer (lesão no tornozelo), zagueiro Lucas Halter (lesão no pé esquerdo) e atacante Matheus Babi (lesão no joelho). Os dois últimos – Halter e Babi – voltam só em 2022.

Pendurados: Santos, Nicolas, Marcinho, Carlos Eduardo, David Terans e Bissoli

Cuiabá – Técnico: Jorginho

O comandante do Dourado não contará com o zagueiro Alan Empereur, que cumpre suspensão pelo terceiro cartão amarelo. O volante Auremir ainda trata de entorse no joelho esquerdo, também é desfalque e não deve atuar pelo time mais neste Brasileirão.

A provável escalação tem Walter; João Lucas, Marllon, Paulão e Uendel; Camilo, Rafael Gava e Pepê; Clayson, Max e Jenison.

Leia Também:  Empresa Corta Juros aponta que momento é ideal para fazer investimentos

Desfalques: Auremir (lesão no joelho); Alan Empereur (suspenso).

Pendurados: João Lucas, Yuri Lima e Uendel.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

LEGISLATIVO

EXECUTIVO

JUDICIÁRIO

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA