Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

DINHEIRO

Pacheco e Guedes querem novo auxílio emergencial em troca de pauta fiscal

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, se reuniu na noite desta quinta-feira (4) com o ministro da Economia, Paulo Guedes, para estabelecer os termos da parceria entre os poderes Legislativo e Executivo na pauta econômica. Pacheco disse que o Congresso dará andamento a uma agenda de reformas fiscais, e, em troca, quer a dedicação do ministério na elaboração de um novo programa de renda emergencial.

Segundo Pacheco, o auxílio emergencial garantido durante parte do ano de 2020 foi uma iniciativa essencial para ajudar a população mais pobre e movimentar a economia. Ele destacou que essa medida não pode ser abandonada.

— A pandemia continua. Vim externar uma preocupação do Congresso Nacional em relação à assistência social, a um socorro urgente para ajudar a camada mais vulnerável. Senti do ministro toda a boa vontade de encontrar uma solução para isso. Obviamente faremos isso com cautela e prudência, mas temos que ter a sensibilidade humana.

Tanto ele quanto Guedes concordaram também que a vacinação em massa contra a covid-19 deve ser uma prioridade “absoluta”, tanto para preservar vidas de forma imediata quanto para agilizar o retorno da geração de empregos e oportunidades.

Leia Também:  Prefeitura de Cuiabá divulga editais de convocação para cargos de Professor, TDI, TMIE-ASG e Intérprete de Libras

“Protocolo fiscal”

Pacheco assegurou que o Congresso vai priorizar um novo “protocolo fiscal” para o país, que inclui a aprovação de três propostas de emenda à Constituição (PECs) elaboradas pelo governo: a PEC Emergencial, com medidas para a contenção de despesas públicas; a PEC dos fundos,  que libera recursos parados em fundos constitucionais; e a PEC do Pacto Federativo, que redefine relações financeiras entre os entes da Federação.

Para o ministro Paulo Guedes, essas medidas farão com que seja possível discutir um novo programa de renda, que, segundo ele, seria direcionado aos beneficiários do auxílio emergencial que não recebem o Bolsa-Família. Guedes afirmou que o governo adquiriu experiência em lidar com as contingências da pandemia e não descartou uma nova decretação de estado de calamidade, assim como no início de 2020.

— É muito importante que seja dentro de um quadro de recuperação das finanças. É possível, temos como orçamentar isso, desde que seja dentro de um novo marco fiscal, robusto o suficiente para enfrentar eventuais desequilíbrios. Agora nós temos protocolo. Se o Congresso aciona o estado de emergência ou calamidade, temos condições de reagir rapidamente à crise.

Leia Também:  MPMT ingressa com ação para impedir eventos em Cuiabá e VG

Reforma tributária

O saldo da reunião, segundo ambos, foi positivo e demonstrou que o governo e o Congresso estão “em harmonia” quanto à pauta econômica. Pacheco também mencionou otimismo com o calendário previsto para a reforma tributária.

Mais cedo, Guedes havia se reunido também com o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira. Na saída do encontro, Lira disse que o projeto da independência do Banco Central (PLP 19/2019), aprovado pelo Senado no ano passado, será pautado na Câmara na próxima semana.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ECONOMIA

Desenvolve MT supera mil créditos concedidos a empreendedores mato-grossenses

Em sete meses, houve um aumento de mais de 250% de contratos efetivados comparado ao ano passado.

 

Da Assessoria

A Agência de Fomento do Estado de Mato Grosso – Desenvolve MT comemora um novo recorde em operações de crédito em outubro. Foram 1.003 contratos, totalizando R$19.212,177,02 liberados para micro e pequenos empreendedores localizados em 93 municípios mato-grossenses em sete meses.

Um aumento de 254,56% em 2021 até o momento, o que supera o ano passado inteiro em concessão de crédito. Em 2020, foram 394 créditos liberados e 82 no ano de 2019.

São linhas destinado a financiar capital de giro e investimentos fixo que podem ser utilizadas para compra de insumos, máquinas e equipamentos, obras de construção, reformas para modernização e ampliação de empreendimentos entre outros.

A Desenvolve MT dobrou a carteira de clientes ativos nos últimos dois anos. No gráfico abaixo, demonstra a evolução da carteira em 2019, 2020 e 2021. O que evidencia o alcance do crédito por parte da sociedade beneficiada.

Um dos rostos dessa marca é o microempreendedor individual Raissyo de Almeida Diniz, proprietário do Bob Burguer VG. Em março de 2020, ele e a esposa, abriram uma hamburgueria para atendimento delivery, em Várzea Grande no bairro Canelas.

Leia Também:  Guedes celebra recuperação, mas diz que se o país fizer besteira, afunda de novo

Mal ele sabia que logo se instalaria uma pandemia e o sistema de delivery de tendência se transformou em necessidade. “ Logo que abrirmos veio a pandemia, foi o período que trabalhei muito, as pessoas não saiam de casa, vendia em média 60 lanches por dia”, conta.

Neste ano, vislumbrando um novo momento, o empreendedor saiu do aluguel e montou uma cozinha apropriada na sua própria casa. “O crédito ajudou a adequar o espaço, compramos novos equipamentos, montamos um local específico para atendimento delivery, o investimento foi muito bom”, conta Raissyo.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico de Mato Grosso, César Miranda, a marca alcançada pela agência de fomento do Estado nesse período mostra que o Governo do Estado estava certo em investir nessa área.

“O governador Mauro Mendes fez uma aposta certeira quando decidiu injetar recursos para alavancar a Desenvolve MT, que saiu de um quadro deficitário de recursos para um superávit de R$131,5 milhões. Hoje os pequenos empreendedores são bem assistidos e sabem que podem contar com diversas linhas de crédito a juros baixíssimos.

Leia Também:  Comércio varejista cresce 0,1% em junho; acumulado no ano é 0,6%

O presidente da Desenvolve MT, Jair Marques, afirma que o bom desempenho em atingir o número recorde de operações liberadas é motivo de enorme satisfação de um governo de grandes entregas a população.

“O nosso agradecimento a toda equipe de governo, em especial ao Governador Mauro Mendes pela confiança e apoio. Aos colaboradores da Desenvolve MT, que tem se empenhado em ultrapassar os desafios diários em prestar um excelente atendimento a sociedade”.

Paralelamente, a Desenvolve MT tem se aproximado cada vez mais das prefeituras de Mato Grosso com visitas técnicas. Já são 45 municípios credenciados que possuem agentes locais que apresentam a instituição, as linhas de crédito para os empresários, e outras oportunidades que incluem os arranjos locais de negócios como as associações comerciais e empresariais.

Para conhecer as linhas de crédito disponíveis aos empreendedores acesse o site http://www.desenvolve.mt.gov.br/   simule o financiamento e contrate de forma online.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

LEGISLATIVO

EXECUTIVO

JUDICIÁRIO

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA