Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

CAPITAL ABERTO

Medida provisória autoriza subsidiárias da Caixa a abrir capital até 2021

Leonardo Sá/Agência Senado

Economia - geral - sistema financeiro bancos CEF (fachada do edifício-sede da Caixa Econômica Federal, Brasília-DF)
A Caixa possui cinco subsidiárias, como a Caixa Seguridade e a Caixa Cartões, e 24 empresas coligadas

A Medida Provisória 995/20 autoriza a Caixa Econômica Federal a estruturar operações para abrir o capital de suas subsidiárias e das empresas coligadas a elas. A autorização, válida até 31 de dezembro de 2021, permitirá que as ações das empresas do banco sejam ofertadas em bolsa. A MP entrou em vigor na sexta-feira (7), após publicação em edição extra do Diário Oficial da União.

O banco possui cinco subsidiárias e 24 empresas coligadas. Entre as subsidiárias estão a Caixa Seguridade (que atua com seguros, previdência privada e capitalização) e a Caixa Cartões (que administra os negócios de cartões).

Em termos técnicos, a medida provisória autoriza as subsidiárias a constituir outras subsidiárias, inclusive pela incorporação de ações de empresas privadas, e adquirir participação societária em outras empresas.

Privatização
A venda das ações faz parte do programa de privatização do governo Bolsonaro. Desde o ano passado, a direção do banco vem se preparando para ofertar ações de segmentos considerados não estratégicos.

Leia Também:  Agências da Caixa ampliam horário nesta sexta para saques do FGTS

Em fevereiro passado, por exemplo, a Caixa Seguridade protocolou pedido de abertura de capital na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), etapa que antecede a oferta de ações ao mercado. O processo foi interrompido em março pela pandemia, e retomado no mês passado.

Em nota à imprensa, o governo informou que a venda de ações das subsidiárias não afetará a atuação da Caixa no setor bancário e a gestão de programas sociais, como o Bolsa Família.

Tramitação
A MP 995/20 será analisada diretamente no Plenário da Câmara, conforme o rito sumário de tramitação definido pelo Congresso Nacional durante o período de calamidade pública.

Reportagem – Janary Júnior
Edição – Marcelo Oliveira

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ECONOMIA

Circulo Empreendedor reúne especialistas em série de lives

O Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec), realizará o MT Unido para Superar / Circuito Empreendedor Online, uma série de lives durante a Semana do Empreendedor, que ocorrerá de 5 a 9 de outubro, às 9h30.

O objetivo é levar o projeto para as plataformas digitais colaborando para o conhecimento dos empreendedores do Estado.

“Com a pandemia, todos tivemos que modificar nosso modo de fazer as coisas. O Circuito Empreendedor é projeto que vai aos municípios com uma série de palestras e oficinas. Este ano não foi possível. Por isso decidimos fazer online e não deixar de levar conhecimentos para nossos empreendedores”, explica Celso Banazeski, secretário adjunto de Desenvolvimento do Ecossistema Empreendedor.

O secretário de Desenvolvimento Econômico, César Miranda, acredita que o projeto, que faz parte do Pensando Grande para os Pequenos, cumpre seu papel de desenvolver os pequenos negócios.

“Os dados apontam que quase 70% da mão de obra no Brasil é empregada em pequenos negócios. Eles são muito importantes para a economia e é papel do Governo do Estado dar ferramentas para que haja sucesso nesses empreendimentos. A série de lives é mais uma forma de fazermos com que os empreendedores de Mato Grosso se desenvolvam”, afirma.

Leia Também:  Agências da Caixa ampliam horário nesta sexta para saques do FGTS

Na primeira live, segunda-feira (05.10), os convidados que debaterão “Formação empreendedora” serão Bia Santos, CEO da Barkus Educacional, e Washington Fernando da Silva, gestor governamental e ex-diretor da Fácil Empresa Junior da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT).

Já na terça-feira (06.10), o tema será “Crédito e financiamento para empreendedores”, com participação de Eduardo Luna Mendes, da superintendência regional do Banco do Brasil, Ezio Filho de Almeida, diretor de Desenvolvimento de Negócios na Sicredi, e Laerte Guimarães dos Santos, gerente de Fomento da Desenvolve MT.

Na quarta-feira (07.10), a live será sobre “Mídias online e empreendedorismo digital”, com Leandro Silva Gonçalves, consultor especialista em marketing digital no Sebrae, Denise Furman, estrategista digital para empresas, e Rafael Comachio, empreendedor proprietário do Rolê Sushi.

Quinta-feira (08.10), a conversa será sobre “Formalização de micro e pequenos empreendedores”, com a participação de Rafael Vitaliano Ferreira Coelho, técnico em Desenvolvimento Econômico Social da Junta Comercial de Mato Grosso (Jucemat), Liliane Ramos Moreira, coordenadora do Núcleo de Atendimento do Sebrae MT, e Adão Licieski, do Centro de Atendimento ao Empreendedor de Paranaíta.

Para finalizar a programação da semana, na sexta-feira (09.10), o tema será sobre “Empreendedorismo social e coletivo e as iniciativas locais para o fortalecimento do empreendedor”, com os convidados Anderson Zanovello, coordenador estadual da Central Única das Favelas (CUFA), Cláudia de Oliveira Fagotti, empreendedora de Rondonópolis, e Sandro Rossi de Carvalho, do Sebrae MT.

Leia Também:  Caixa reduz juros dos financiamentos imobiliários

A mediação ficará a cargo da jornalista e especialista em Comunicação Estratégica, Luciane Mildenberger. As lives serão sempre às 9h30 (horário de MT), no Youtube e no Facebook do Governo do Estado.

Pensando grande para os pequenos

O programa Pensando Grande para os Pequenos é um plano de ação do Governo do Estado para que, junto com diversas entidades, busque a melhoria no ambiente de negócios oportunizando acesso a diversas ferramentas de gestão, crédito e capacitação.

São parceiros: Sebrae, Desenvolve MT, Banco do Brasil, Federação das Indústrias de Mato Grosso (FIEMT), Sicredi, Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM), Junta Comercial de Mato Grosso (Jucemat), Fecomércio MT, Senac, Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag), Sesi/Senai, Secretaria de Estado de Educação (Seduc), Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci), Conselho Regional de Contabilidade (CRC MT), Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas (FCDL), Federação das Associações Comerciais de Mato Grosso (Facmat).

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

LEGISLATIVO

EXECUTIVO

JUDICIÁRIO

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA