Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

APÓS APROVAÇÃO DA ALMT

Mauro deve sancionar ainda hoje ‘congelamento’ do IPVA 2022 em MT

Da Redação com Assessoria

O governador Mauro Mendes afirmou que irá sancionar ainda hoje a medida que deve “congelar” o valor do Imposto sobre Propriedades de Veículos Automotores (IPVA) em 2022.

A declaração foi dada na manhã desta terça-feira (11.01), durante entrevista à rádio CBN Cuiabá.

Para que haja a sanção, ainda é necessário que a Assembleia Legislativa aprove o decreto de calamidade pública enviado pelo governador, em votação que deve ocorrer nas próximas horas.

“O que o decreto traz é uma condição objetiva para não ter o aumento do IPVA, que manda reajustar de acordo com a tabela FIPE. A pandemia desestabilizou os preços do setor de automóveis no mundo todo: o preço do carro novo subiu muito, e em consequência o do usado também. E o IPVA é baseado no preço dessa tabela, que está tendo aumentos de 20%, 30%, 40%”, relatou.

Mauro Mendes explicou que o decreto foi enviado para evitar que esse aumento no valor dos automóveis ocasione a elevação dos valores a serem pagos no IPVA de 2022, o que afetaria negativamente o orçamento de milhares de famílias em Mato Grosso.

Leia Também:  Base de Bolsonaro desarticula e perde pontos de interesse do governo na votação do Fundeb

“Não é justo que seja cobrado o IPVA com base nessa tabela FIPE, tendo em vista o grande aumento que tem ocorrido. Até o final do dia vamos sancionar e ter o congelamento do IPVA, com o mesmo valor de 2021 para vigorar esse ano. É uma medida necessária para ter essa legalidade”, afirmou.

O decreto considera os aumentos nos preços dos veículos usados, causados pela pandemia da Covid-19, que chegaram a ter valorização de até 50%, e autoriza a adoção de medidas necessárias para o enfrentamento da calamidade pública, “garantindo o menor impacto possível sobre o contribuinte”.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ECONOMIA

Operadoras devem abrir 50 mil vagas de emprego para implementar 5G

IG

Com a chegada do 5G ao Brasil, surge um mapa de oportunidades de empregos no país, de olho nas habilidades mais alinhadas com a tecnologia e a inovação.

Somente em 2022, serão abertos cerca de 50 mil postos de trabalho na área, conforme apontam estimativas da Conexis, que reúne empresas de telecom, e da Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom).

Comprometidas com investimentos de quase R$ 40 bilhões nos próximos anos, a partir do leilão de frequências do 5G realizado no fim de 2021, as teles e seus fornecedores de equipamentos já contratam operários para a instalação de cabos e antenas para a quinta geração de telefonia móvel.

Também buscam profissionais qualificados para explorar as possibilidades abertas pela nova tecnologia. No longo prazo, as oportunidades não ficarão restritas apenas a profissionais de tecnologia e engenharia.

Até 2025, mais de 670 mil novas vagas podem surgir em função do 5G em diferentes áreas, consolidando novas profissões.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Mato Grosso registra 527.135 casos e 13.633 óbitos por Covid-19
Continue lendo

vídeo publicitário

LEGISLATIVO

EXECUTIVO

JUDICIÁRIO

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA