Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

CONHECIMENTO ECONÔMICO

Circulo Empreendedor reúne especialistas em série de lives

O Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec), realizará o MT Unido para Superar / Circuito Empreendedor Online, uma série de lives durante a Semana do Empreendedor, que ocorrerá de 5 a 9 de outubro, às 9h30.

O objetivo é levar o projeto para as plataformas digitais colaborando para o conhecimento dos empreendedores do Estado.

“Com a pandemia, todos tivemos que modificar nosso modo de fazer as coisas. O Circuito Empreendedor é projeto que vai aos municípios com uma série de palestras e oficinas. Este ano não foi possível. Por isso decidimos fazer online e não deixar de levar conhecimentos para nossos empreendedores”, explica Celso Banazeski, secretário adjunto de Desenvolvimento do Ecossistema Empreendedor.

O secretário de Desenvolvimento Econômico, César Miranda, acredita que o projeto, que faz parte do Pensando Grande para os Pequenos, cumpre seu papel de desenvolver os pequenos negócios.

“Os dados apontam que quase 70% da mão de obra no Brasil é empregada em pequenos negócios. Eles são muito importantes para a economia e é papel do Governo do Estado dar ferramentas para que haja sucesso nesses empreendimentos. A série de lives é mais uma forma de fazermos com que os empreendedores de Mato Grosso se desenvolvam”, afirma.

Leia Também:  Começa o pagamento da última parcela regular do auxílio emergencial

Na primeira live, segunda-feira (05.10), os convidados que debaterão “Formação empreendedora” serão Bia Santos, CEO da Barkus Educacional, e Washington Fernando da Silva, gestor governamental e ex-diretor da Fácil Empresa Junior da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT).

Já na terça-feira (06.10), o tema será “Crédito e financiamento para empreendedores”, com participação de Eduardo Luna Mendes, da superintendência regional do Banco do Brasil, Ezio Filho de Almeida, diretor de Desenvolvimento de Negócios na Sicredi, e Laerte Guimarães dos Santos, gerente de Fomento da Desenvolve MT.

Na quarta-feira (07.10), a live será sobre “Mídias online e empreendedorismo digital”, com Leandro Silva Gonçalves, consultor especialista em marketing digital no Sebrae, Denise Furman, estrategista digital para empresas, e Rafael Comachio, empreendedor proprietário do Rolê Sushi.

Quinta-feira (08.10), a conversa será sobre “Formalização de micro e pequenos empreendedores”, com a participação de Rafael Vitaliano Ferreira Coelho, técnico em Desenvolvimento Econômico Social da Junta Comercial de Mato Grosso (Jucemat), Liliane Ramos Moreira, coordenadora do Núcleo de Atendimento do Sebrae MT, e Adão Licieski, do Centro de Atendimento ao Empreendedor de Paranaíta.

Para finalizar a programação da semana, na sexta-feira (09.10), o tema será sobre “Empreendedorismo social e coletivo e as iniciativas locais para o fortalecimento do empreendedor”, com os convidados Anderson Zanovello, coordenador estadual da Central Única das Favelas (CUFA), Cláudia de Oliveira Fagotti, empreendedora de Rondonópolis, e Sandro Rossi de Carvalho, do Sebrae MT.

Leia Também:  Bolsa fecha com queda de 1,98%; dólar tem alta de 0,83%

A mediação ficará a cargo da jornalista e especialista em Comunicação Estratégica, Luciane Mildenberger. As lives serão sempre às 9h30 (horário de MT), no Youtube e no Facebook do Governo do Estado.

Pensando grande para os pequenos

O programa Pensando Grande para os Pequenos é um plano de ação do Governo do Estado para que, junto com diversas entidades, busque a melhoria no ambiente de negócios oportunizando acesso a diversas ferramentas de gestão, crédito e capacitação.

São parceiros: Sebrae, Desenvolve MT, Banco do Brasil, Federação das Indústrias de Mato Grosso (FIEMT), Sicredi, Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM), Junta Comercial de Mato Grosso (Jucemat), Fecomércio MT, Senac, Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag), Sesi/Senai, Secretaria de Estado de Educação (Seduc), Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci), Conselho Regional de Contabilidade (CRC MT), Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas (FCDL), Federação das Associações Comerciais de Mato Grosso (Facmat).

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ECONOMIA

Decreto de Bolsonaro e Guedes abre caminho para privatização do SUS; entenda

O governo federal publicou no Diário Oficial da União nesta terça-feira (27) um decreto, assinado pelo presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Economia, Paulo Guedes, que autoriza a equipe econômica a preparar um modelo de privatizações para unidades básicas do Sistema Único de Saúde (SUS).

O decreto inclui a ‘porta de entrada’ do SUS , as unidades básicas de saúde, na mira do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) da Presidência da República, um programa de concessões e privatizações do governo.

Na prática, o decreto que abre caminho para a privatização do SUS prevê estudos “de parcerias com a iniciativa privada para a construção, a modernização e a operação de unidades básicas de saúde”. De acordo com o programa de concessões e privatizações do governo, o objetivo central é “encontrar soluções para a quantidade significativa de unidades básicas de saúde inconclusas ou que não estão em operação no país”.

Hoje, o Brasil tem 44 mil unidades básicas de saúde , e não há uma estimativa de quantas nem quais podem ser incluídas no plano de concessões.

Leia Também:  Começa o pagamento da última parcela regular do auxílio emergencial

Após a publicação do decreto, o Conselho Nacional de Saúde criticou a decisão do governo e, por meio de nota, chamou a medida de arbitrária e disse que ela tem como objetivo privatizar as unidades básicas de saúde brasileiras e, diretamente, enfraquecer o SUS.

“Nós, do Conselho Nacional de Saúde, não aceitaremos a arbitrariedade do presidente da República, que no dia 26 editou um decreto publicado no dia 27, com a intenção de privatizar as unidades básicas de saúde em todo o Brasil. Nossa Câmara Técnica de Atenção Básica vai fazer uma avaliação mais aprofundada e tomar as medidas cabíveis em um momento em que precisamos fortalecer o SUS, que tem salvado vidas. Estamos nos posicionando perante toda a sociedade brasileira como sempre nos posicionamos contra qualquer tipo de privatização, de retirada de direitos e de fragilização do SUS. Continuaremos defendendo a vida, defendendo o SUS, defendendo a democracia”, diz a nota assinada pelo presidente do CNS, Fernando Pigatto.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

LEGISLATIVO

EXECUTIVO

JUDICIÁRIO

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA