Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

Destaque

Sem reforma, deficit em Estados deve aumentar 300% até 2060

O deficit dos Estados, atualmente próximo de R$ 700 bilhões, deve quadruplicar até o ano de 2060 sem a reforma da Previdência. A estimativa, feita pela IFI (Instituição Fiscal Independente) do Senado, foi  publicada em reportagem do jornal O Estado de S. Paulo nesta 2ª feira (3.jun.2019).

O aumento representa 1 crescimento de 300% em relação ao ano de 2013. Leva em conta as pensões e aposentadorias, atuais e futuras, de servidores públicos.

De acordo com o relatório, se os governadores optassem hoje por cobrar todas as contribuições previdenciárias futuras para pagar os benefícios que ainda serão concedidos, faltariam R$ 5,2 trilhões. O deficit equivale a quase toda a renda produzida pelo Brasil em 1 ano.

Josué Pelligrini, analista da IFI e responsável pelo estudo, defende que o projeto de reforma contemple os Estados, sem adiar a decisão. “Interessante é que se resolva o mais rapidamente possível, dado o desequilíbrio que vai aumentar ao longo do tempo”, afirmou ao jornal.

O relator da reforma, deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), disse que técnicos trabalham em uma alternativa para que o texto também valha para os governos regionais. Mas afirma que possíveis mudanças dependem do apoio da Câmara. O congressista deve receber governadores nesta 2ª feira (3.jun) para discutir o tema.

Leia Também:  Cobertura de Silval avaliada em R$ 3,4 mi deve ficar com o Estado

movimentação na Câmara para que os Estados fiquem de fora da reforma da Previdência, o que obrigaria os deputados estaduais, possíveis adversários dos atuais deputados federais nas eleições de 2022, a também arcar com o ônus de defender uma reforma impopular.

 

Crédito: Poder 360

Foto: Pablo Valadares

COMENTE ABAIXO:

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Destaque

Veja os dados do Painel Covid-19 desta última sexta-feira (7)

Por Roberta Penha | Nesta sexta-feira (7), Cuiabá tem 13.626 casos confirmados de Covid-19 de residentes no município e 2.661 de não residentes, mas que estão sendo atendidos na capital. Dos confirmados, 3.329 já estão recuperados da doença e houve 604 óbitos de residentes e 278 de não residentes.

Na rede hospitalar há 278 pacientes confirmados com Covid-19 internados, sendo 180 na UTI e 98 em enfermaria. Também estão internados 169 pacientes com suspeita da doença, sendo 78 na UTI e 91 em enfermaria. Do total de pessoas internadas em UTI, 160 são de residentes em Cuiabá e 98 de residentes de outros municípios. Do total de internados em enfermaria/isolamento, 142 pessoas são de Cuiabá e 47 de outros municípios.

Hoje Cuiabá registrou mais 13 óbitos, chegando a um total de 604 mortes. O prefeito Emanuel Pinheiro e o secretário municipal de Saúde, Luiz Antonio Pôssas de Carvalho lamentam profundamente estes óbitos.

Segue abaixo a relação dos óbitos de residentes em Cuiabá:

-Mulher, 28 anos, internada em hospital privado. Não foi divulgado se tinha comorbidade. Foi a óbito em 07/08.

-Homem, 39 anos, internado em hospital público. Não tinha comorbidade. Foi a óbito em 07/08.

-Homem, 58 anos, internado em hospital privado. Tinha neoplasia. Foi a óbito em 07/08.

-Homem, 69 anos, internado em hospital privado. Tinha hipertensão, diabetes e problema pulmonar. Foi a óbito em 06/08.

-Homem, 82 anos, internado em hospital privado. Não tinha comorbidade. Foi a óbito em 28/07.

-Homem, 70 anos, internado em hospital público. Não tinha comorbidade. Foi a óbito em 07/08.

-Mulher, 68 anos, internada em hospital público. Não tinha comorbidade. Foi a óbito em 07/08.

-Mulher, 58 anos, internada em hospital público. Tinha hipertensão. Foi a óbito em 07/08.

-Homem, 87 anos, internado em hospital privado. Tinha hipertensão. Foi a óbito em 06/08.

-Mulher, 80 anos, internada em hospital privado. Tinha hipertensão e diabetes. Foi a óbito em 06/08.

-Homem, 63 anos, internado em hospital privado. Tinha hipertensão, diabetes e problema cardiovascular. Foi a óbito em 07/08.

-Homem, 59 anos, internado em hospital privado. Tinha hipertensão. Foi a óbito em 06/08.

-Mulher, 76 anos, internada em hospital privado. Tinha hipertensão e diabetes. Foi a óbito em 06/08.

Fonte: Prefeitura de Cuiabá

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Salles anuncia que governo fará uma ‘força-tarefa pró-Amazônia’
Continue lendo

vídeo publicitário

LEGISLATIVO

EXECUTIVO

JUDICIÁRIO

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA