Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

Destaque

Michelle Bolsonaro divulga campanha da primeira-dama Virginia Mendes

A campanha Vem Ser Mais Solidário, coordenada pela primeira-dama do estado de Mato Grosso, Virginia Mendes, chamou atenção da primeira-dama do país, Michelle Bolsonaro, que replicou na sua página do instagram, nesta segunda-feira (27.04), o vídeo institucional da iniciativa mato-grossense, divulgando e referendando a campanha.No post, Michelle Bolsonaro escreveu ‘Saiba como ajudar as famílias atingidas […]

A campanha Vem Ser Mais Solidário, coordenada pela primeira-dama do estado de Mato Grosso, Virginia Mendes, chamou atenção da primeira-dama do país, Michelle Bolsonaro, que replicou na sua página do instagram, nesta segunda-feira (27.04), o vídeo institucional da iniciativa mato-grossense, divulgando e referendando a campanha.No post, Michelle Bolsonaro escreveu ‘Saiba como ajudar as famílias atingidas pela pandemia no Mato Grosso’ e marcou a conta de Virginia Mendes.

Em pouco mais de 15 dias, a ação de arrecadação e doação de cestas básicas já atendeu mais de 21 mil famílias, em quase todos os 141 municípios mato-grossenses. A meta é superar 50 mil famílias carentes e em situação de extrema vulnerabilidade afetadas diretamente pela pandemia do novo coronavírus (COVID-19).

Virginia Mendes destaca ainda que a divulgação por parte da primeira-dama do Brasil demonstra reconhecimento. “Fico feliz que estamos ampliando e ganhando espaço fora de Mato Grosso com nossas ações sociais, isso é prova de um trabalho sério e comprometido que estamos realizando. E divido com a secretária da Setasc – Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania, Rosamaria Carvalho, esse reconhecimento público da primeira-dama Michelle Bolsonaro ao trabalho realizado”.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Bolsonaro conversa com a bancada do Democratas
Propaganda

Destaque

Francisco Mendes é o novo membro Comitê Disciplinar da Fifa

Francisco Mendes é filho do ministro do STF Gilmar Mendes. É a primeira vez que o Brasil tem representante no Comitê Disciplinar da Fifa.

Professor e diretor acadêmico do Instituto Brasileiro de Ensino, Desenvolvimento e Pesquisa (IDP), Francisco Mendes foi indicado para integrar o Comitê Disciplinar da Fifa. O prazo do mandato é de quatro anos, podendo ser renovado. É a primeira vez que o Brasil tem um representante no órgão, considerado uma das instâncias mais importantes do futebol.

Doutor pela Universidade Humboldt de Berlim, Francisco Mendes é consultor legislativo concursado do Senado Federal e foi professor voluntário de direito desportivo na UnB, onde orientou trabalhos e pesquisas sobre o tema. Ele é filho do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal.

A escolha de Francisco Mendes ocorreu durante o 71º Congresso do Comitê Disciplinar da Fifa, ocorrido na última sexta-feira (21/5).

 

Fair play

 

O Comitê Disciplinar da Fifa tem a finalidade de proteger a integridade do futebol e de promover o fair play. É o órgão responsável por julgar casos relacionados ao uso de doping, à manipulação de resultados e ao comportamento inadequado em estádios, como manifestações racistas ou discriminatórias.

Leia Também:  Jayme Campos recebe representação contra Flávio Bolsonaro

O órgão também tem a função de assegurar que as decisões dos outros comitês da Fifa sejam cumpridas. No ano passado, foi uma orientação do Comitê Disciplinar que determinou a perda de seis pontos do Cruzeiro na disputa da Série B do Brasileirão.

A indicação de Francisco Mendes foi comemorada por integrantes da comunidade jurídica. “É uma ótima notícia para o Brasil. Francisco é um quadro extremamente preparado e desempenhará com excelência a nova função”, disse o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz.

Para Guilherme Caputo, ministro do Tribunal Superior do Trabalho (TST) e Presidente da Academia Nacional de Direito Desportivo, “a indicação coroa uma trajetória de excelência e deve ser celebrada pela relevância que é ter um membro brasileiro no Comitê Disciplinar da Fifa”.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

vídeo publicitário

LEGISLATIVO

EXECUTIVO

JUDICIÁRIO

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA