Acesse outros veículos da Rede de Mídias!

Destaque

Bolsonaro diz que Brasil vai aportar R$ 12 milhões em fundo do Mercosul

Em discurso de abertura na 55ª Cúpula do Mercosul, o presidente Jair Bolsonaro afirmou na manhã desta 5ª feira (5.dez.2019) que, “apesar da difícil situação fiscal do Brasil”, fará 1 pagamento de R$ 12 milhões ao Focem (Fundo para a Convergência Estrutural do Mercosul).

“Esperamos regularizar nossa situação com o fundo num futuro próximo”, disse, sem especificar quanto o país ainda precisa investir de recursos.

O Brasil é o maior contribuinte, com responsabilidade por 70% dos aportes do Focem. O dinheiro serve para “financiar programas para promover a convergência estrutural, desenvolver a competitividade e promover a coesão social, em particular das economias menores e regiões menos desenvolvidas; apoiar o funcionamento da estrutura institucional [do Mercosul] e o fortalecimento do processo de integração”, de acordo com a página do Mercosul na internet.

O presidente Jair Bolsonaro também destacou a agenda de reformas de seu governo, bem como o programa de concessões e privatizações:

“Avançamos muito na agenda de reformas estruturais. Também temos atuado na melhoria do ambiente de negócios para tornar o Brasil cada vez mais atraente para quem quer empreender e produzir.”

 

Leia Também:  Bolsonaro se reúne com ministros no Palácio do Planalto

 

Fonte: Poder360 | Foto: Alan Santos/PR

COMENTE ABAIXO:

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Destaque

Veja os dados do Painel Covid-19 desta última sexta-feira (7)

Por Roberta Penha | Nesta sexta-feira (7), Cuiabá tem 13.626 casos confirmados de Covid-19 de residentes no município e 2.661 de não residentes, mas que estão sendo atendidos na capital. Dos confirmados, 3.329 já estão recuperados da doença e houve 604 óbitos de residentes e 278 de não residentes.

Na rede hospitalar há 278 pacientes confirmados com Covid-19 internados, sendo 180 na UTI e 98 em enfermaria. Também estão internados 169 pacientes com suspeita da doença, sendo 78 na UTI e 91 em enfermaria. Do total de pessoas internadas em UTI, 160 são de residentes em Cuiabá e 98 de residentes de outros municípios. Do total de internados em enfermaria/isolamento, 142 pessoas são de Cuiabá e 47 de outros municípios.

Hoje Cuiabá registrou mais 13 óbitos, chegando a um total de 604 mortes. O prefeito Emanuel Pinheiro e o secretário municipal de Saúde, Luiz Antonio Pôssas de Carvalho lamentam profundamente estes óbitos.

Segue abaixo a relação dos óbitos de residentes em Cuiabá:

-Mulher, 28 anos, internada em hospital privado. Não foi divulgado se tinha comorbidade. Foi a óbito em 07/08.

-Homem, 39 anos, internado em hospital público. Não tinha comorbidade. Foi a óbito em 07/08.

-Homem, 58 anos, internado em hospital privado. Tinha neoplasia. Foi a óbito em 07/08.

-Homem, 69 anos, internado em hospital privado. Tinha hipertensão, diabetes e problema pulmonar. Foi a óbito em 06/08.

-Homem, 82 anos, internado em hospital privado. Não tinha comorbidade. Foi a óbito em 28/07.

-Homem, 70 anos, internado em hospital público. Não tinha comorbidade. Foi a óbito em 07/08.

-Mulher, 68 anos, internada em hospital público. Não tinha comorbidade. Foi a óbito em 07/08.

-Mulher, 58 anos, internada em hospital público. Tinha hipertensão. Foi a óbito em 07/08.

-Homem, 87 anos, internado em hospital privado. Tinha hipertensão. Foi a óbito em 06/08.

-Mulher, 80 anos, internada em hospital privado. Tinha hipertensão e diabetes. Foi a óbito em 06/08.

-Homem, 63 anos, internado em hospital privado. Tinha hipertensão, diabetes e problema cardiovascular. Foi a óbito em 07/08.

-Homem, 59 anos, internado em hospital privado. Tinha hipertensão. Foi a óbito em 06/08.

-Mulher, 76 anos, internada em hospital privado. Tinha hipertensão e diabetes. Foi a óbito em 06/08.

Fonte: Prefeitura de Cuiabá

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Com média de 1,3 decreto por dia, governo Bolsonaro só editou menos que Collor em seis meses
Continue lendo

vídeo publicitário

LEGISLATIVO

EXECUTIVO

JUDICIÁRIO

GERAL

MAIS LIDAS DA SEMANA