PM entrega comenda “Homens do Mato” e pede nova estrutura

Da assessoria

A região da Vila Operária, em Rondonópolis, poderá ganhar mais uma companhia de Polícia Militar. Projeto nesse sentido foi apresentado, nesta terça-feira (19.04) ao senador Wellington Fagundes (PL-MT), durante solenidade de entrega da comenda “Homens do Mato”, a maior honraria concedida pela Polícia Militar do Estado a militares e autoridades civis que atuam em prol da segurança no Estado.

A Vila Operária congrega vários bairros e conta com uma população que supera a de muitos municípios do Estado. “Esses moradores merecem essa conquista”, disse o senador, que se comprometeu a se empenhar para que a companhia independente seja implantada.

O comandante geral da PM, coronel Jonildo José de Assis, diz que a implantação já conta com viaturas e efetivo. “Buscamos parcerias com os parlamentares para conseguir os recursos e construir o prédio”, disse.

Wellington Fagundes recebeu a comenda como “Gran Oficial” e entre seus trabalhos está a implantação de nova sede do Corpo de Bombeiros em Rondonópolis, em prédio que antes era ocupado pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit). “Essas novas instalações nos garantem um atendimento mais rápido e eficiente à população”, garante o comandante dos Bombeiros na região, coronel Vanderlei Bonoto.

“Receber a maior honraria da Polícia Militar é extremamente gratificante e reforça nosso compromisso com as instituições de segurança do Estado de Mato Grosso, buscando mais recursos, mais investimentos e melhor qualidade de trabalho para servidores da Polícia Militar, Polícia Civil e Polícia Rodoviária Federal. Tudo isso, reflete em geração de emprego”, afirmou.

A comenda “Homens do Mato” foi criada na década de 1980 e recebeu essa denominação porque foi o primeiro nome dado à estrutura da polícia de Mato Grosso em 1872.

Além do comandante geral, estavam presentes na solenidade de hoje o comandante do 4º CR, coronel Wilker Soares Sodré, o comandante adjunto do CR e comandante da Força Tática, tenente-coronel Gleber Cândido Moreno, entre outros oficiais no comando local.