Portal do Mediador ‘encurta distancias’ e ajuda na sustentabilidade do Poder Judiciário

O Poder Judiciário de Mato Grosso está seriamente engajado na missão de ser uma instituição sustentável e que visa o uso sustentável dos recursos naturais. Prova disso é o a economia de aproximadamente 23 mil folhas de papel que seriam gastas com impressões nos processos de validação e certificação dos 408 mediadores certificados no Estado.
A economia foi feita graças a implantação do Portal do Mediador, por meio do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemec). A juíza coordenadora do Nupemec, Cristiane Padim, explicou que a ferramenta proporciona economia, celeridade e transparência no processo. “O Portal facilitou esse processo, que antes era feito manualmente, possuía mais de 20 andamentos – hoje são três andamentos, e o tempo reduziu de aproximadamente 100 dias, para cerca de 20. Tudo agora é digital, então não é mais necessário gastos com impressões, papel, correios”, comentou.
O mediador Nilson Abreu de Santos da cidade de Peixoto de Azevedo elogiou a plataforma e falou do ‘encurtamento de distâncias’. “Antes para validar, enviar meus documentos e resolver as coisas eu precisava sair da minha cidade que fica há 700 quilômetros de distancia. Agora com um clique eu posso resolver e acompanhar tudo do meu computador. É fantástica essa inovação que o Poder Judiciário proporcionou para gente”, enalteceu.
O Portal – Criado para facilitar a certificação dos profissionais, checagem de documentos e a inserção de informações sobre todo o trabalho desenvolvido pelos mediadores, a inovação tecnológica é mais um ganho tempo, trabalho, dinheiro e, inclusive para o meio ambiente, já que os mediadores utilizavam pelo menos 80 folhas de papel para protocolar toda documentação como certificados, atas de audiências e documentos pessoais.
Antes, os mediadores tinham que protocolar de forma física os documentos para conseguir a validação do certificado e para isso era preciso ter a assinatura física do juiz e da coordenação do Nupemec. Com a instalação do portal do Mediador, o processo tem início de forma eletrônica e finaliza dessa mesma forma, com todos os documentos ali inseridos, inclusive o certificado de mediação.
Confira AQUI o Portal do Mediador.
Ulisses Lalio / Fotos: Alair Ribeiro