Câmara de VG cobra explicações sobre eleições de conselheiros tutelares

Os vereadores de Várzea Grande aprovaram, por unanimidade, um requerimento para que a Secretaria Municipal de Assistência Social e o Conselho Municipal de Direitos da Criança apresentem explicações sobre o cancelamento das eleições para conselheiros tutelares, realizada no domingo (6).

Um dos pontos de reclamação dos parlamentares é a falta de esclarecimentos sobre o ocorrido. “Até agora ninguém apresentou uma explicação. O TRE imediatamente apresentou nota dizendo que pediram 37 ou 39 locais, porém disponibilizaram somente 6, isso foi um desrespeito aos candidatos e as pessoas que foram votar. Se aparecesse o culpado seria mais fácil, até para justificar o erro”, criticou o vereador Jânio Calistro (PSD).

Para o presidente da Câmara, Fábio Tardin (DEM), esse tipo de situação interfere na credibilidade dos conselhos tutelares. “A pessoa sonhou com o dia e chega na data não acontece a eleição. Isso é uma tragédia política, uma tragédia para Várzea Grande. Infelizmente foi péssima a organização”.

Já para o vereador Rogerinho da Dakar (PV), é necessário punição para os responsáveis, tendo em vista que o problema também aconteceu nas eleições em 2015. “A população não merece ser feita de palhaça não. A competência da organização tem que ser punida sim. O Ministério Público tem que fazer a investigação e indiciar essas pessoas. Se fosse a primeira vez tudo bem, mas não. Eleição é coisa séria”.

Mesmo com a polêmica, ainda não foi divulgada a nova data para as eleições. Ainda no domingo, a prefeitura explicou em nota que a decisão de suspender o pleito foi coletiva e para que o processo fosse transparente.

 

Fonte: Gazeta Digital | Foto: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *