Justiça manda e Misael vai reabrir CPI do Paletó contra Emanuel Pinheiro

Por determinação da Justiça, o presidente da Câmara de Cuiabá, Misael Galvão, afirmou nesta quarta-feira (19) que irá reabrir a Comissão Parlamentar de Inquérito instaurada contra o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB). A chamada CPI do Paletó leva em consideração o vídeo de um suposto recebimento de propina por Emanuel Pinheiro, enquanto ele era deputado estadual. O prefeito será investigado por suposta quebra de decorro.

A decisão demorou 1 ano e meio para sair e atendeu ao pedido do vereador Diego Guimarães. A Justiça reconheceu que houve uma manobra na composição dos membros da CPI do Paletó, que na versão anterior contaria amplamente com membros da base de sustentação do prefeito na Câmara. Assim que for reinstalada, a CPI terá 120 dias para concluir as investigações. As testemunhas devem ser novamente ouvidas.

A propina teria sido repassada pelo ex-governador Silval Barbosa (MDB), que chegou a ser preso por envolvimento em crimes de desvio de recursos público. No vídeo que ganhou as redes sociais e à época foi divulgado em rede nacional de televisão, Emanuel Pinheiro aparece colocando um envelope de dinheiro no bolso do paletó.

“Diante disso (notificação judicial), anuncio que vou me reunir com os técnicos da Procuradoria-Geral desta Casa de Leis para tomar conhecimento técnico da decisão”, informou Missal Galvão. “Após, a Secretaria de Comunicação da Câmara Municipal de Cuiabá vai informar para a imprensa data, horário e local do pronunciamento oficial sobre este assunto”, completou.

 

 

 

 

Fonte: Folha 360 | Foto: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *