Deputado apresenta moções de pesar e aplausos em plenário

O deputado estadual Oscar Bezerra (PV) apresentou na terça-feira (17), no plenário da Assembleia Legislativa, diferentes moções. Uma delas de pesar para pai e filho, vítimas de acidente de avião na última segunda-feira (16), na cidade de Guarantã do Norte (721 km de Cuiabá).

Jair Demski (61 anos) e Anderson Demski (29 anos) foram encontrados fora do avião depois que aeronave perdeu altitude e pegou fogo ao bater no solo da pista.

“Aos familiares, nossas sinceras condolências, lamentamos profundamente que o nosso grande amigo tenha nos deixado e, desde já, nos sentimos vazios de sua presença em nosso convívio. Entretanto, só nos resta desejar que descanse em paz, continuando sua vida seguindo os designíos do Pai celestial” declara Oscar.

Na mesma sessão parlamentar, atendendo ao pedido do deputado Faissal Calil (PV) que está licenciado, Bezerra concedeu Moção de Aplausos para reconhecimento público pelos resultados alcançados na gestão da Corregedoria-Geral da Justiça no biênio 2017-2018, para a desembargadora Maria Aparecida Ribeiro e aos juízes Aristeu Dias Batista Vilella, Eulice Jaqueline da Costa Silva e Ana Cristina Silva Mendes.

Em dezembro de 2016, para o biênio 2017/2018, a Justiça de Mato Grosso determinou focos para serem atingidos pela gestão e metas definidas pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Dos propósitos estabelecidos, 39 foram cumpridos pela Corregedoria Nacional da Justiça e o Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

O relatório Justiça em números 2019, elaborado pelo CNJ e divulgado no dia 28 de agosto, apresentou o resultado do Poder Judiciário de Mato Grosso: a melhor taxa de congestionamento bruta dos 10 anos da série histórica (2009-2018). A taxa mede a efetividade do Tribunal em um período, levando-se em conta o total de casos novos que ingressaram, os casos baixados e o estoque pendente ao final do período anterior ao período base, e foi fixada em 65,5%.

“Essa evolução demonstra o comprometimento e o envolvimento de magistrados e servidores, e também comprova que o Judiciário de Mato Grosso continua no caminho certo por uma Justiça cada vez mais acessível, célere e eficiente” finaliza o deputado.

 

 

 

Da Redação, com informação da Assessoria

Foto: Ronaldo Mazza

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *