Bolsonaro quer manter MP que tira cobrança de bagagem no avião

O presidente Jair Bolsonaro afirmou que deve manter a isenção na cobrança pela bagagem como foi aprovada na Medida Provisória 863 pelo Congresso. “Meu coração é por manter”, disse ele durante café da manhã com jornalistas no Palácio do Planalto, realizado entre 9h e 10h.

Na avaliação do presidente, a cobrança não trouxe redução do valor das passagens. A decisão, porém, não está tomada. “Vou resolver isso aos 48 minutos do 2º tempo”, ressalvou. E admitiu que a decisão é difícil. “Se eu sancionar ou vetar, vou levar paulada“.

Bolsonaro chegou pontualmente às 9h, o horário marcado para o café da manhã, em 1 das salas do 3º andar do Planalto, ao lado de seu gabinete. Cumprimentou cada 1 dos presentes. A sessão de perguntas dos jornalistas foi conduzida pelo porta-voz da Presidência, general Otávio Rego Barros. Como nos encontros anteriores, não foi permitido aos jornalistas gravar imagem ou som da conversa. Apenas puderam fazer anotações.

O presidente estava bem humorado e fez algumas das brincadeiras politicamente incorretas que costuma fazer, mas em grau bem mais ameno do que em outras situações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *