Eduardo Bolsonaro defende que o Brasil possua armas nucleares

O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente Jair Bolsonaro e presidente da Comissão de Relações Exteriores da Câmara dos Deputados, defendeu na 3ª feira (14.mai.2019) que o Brasil deveria ter armas nucleares para ser levado “mais a sério”.

A declaração foi feita em uma palestra na Câmara para alunos do Curso Superior de Defesa da Escola Superior de Guerra. Eis a íntegra da fala de Eduardo Bolsonaro.

“É como Trump fala, 1 grande governo começa com grandes forças armadas. Se nós tivéssemos aqui caças Grippens, o Prosub [Programa de Desenvolvimento de Submarinos] já finalizado, com os submarinos nucleares que têm autonomia muito maior dentro d’água; se tivéssemos 1 efetivo maior, 1 poder bélico maior, talvez fossemos levados mais a sério pelo Maduro, ou temidos quem sabe pela China e pela Rússia”, disse o deputado.

O congressista havia sido questionado sobre quais são os pensamentos da comissão a respeito do Brasil ter armas nucleares, mesmo impossibilitado por participar do tratado de não proliferação de armas desde 1998.

Posteriormente, disse que o tema não está em pauta na Câmara. Mas acredita que possa ser retomado no futuro. “A gente sabe que se o Brasil quiser atropelar essa convenção tem uma série de sanções. É um tema muito complicado, mas eu acredito que um dia possa voltar ao debate aqui”, disse.

 

Crédito: Poder 360

Foto: Wilson Dias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *