Neri Geller é escolhido como líder da bancada federal de Mato Grosso

Por unanimidade, o deputado federal Neri Geller (PP) foi escolhido como o líder da bancada federal de Mato Grosso. Ex-ministro da Agricultura e um dos interlocutores da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), Geller terá a missão de coordenar a bancada em votações e debates de interesse regional.

 

De acordo com o parlamentar, a sua escolha foi convergente, na noite desta quarta-feira (20), em Brasília, entre os 8 deputados federais e 3 senadores que representam Mato Grosso no Congresso Nacional.

 

“Fui indicado por vários deputados e foi consenso. Até a senadora Selma Arruda (PSL) e os deputados Nelson Barbudo (PSL) e José Medeiros (Pode) que não puderam participar, conversaram comigo e avalizaram o meu nome”, disse o líder da bancada ao Gazeta Digital.

 

Geller afirma que a prioridade da bancada será a regulamentação da compensação da Lei Kandir aos estados e municípios. Para ele, a pauta chegará no Congresso nos próximos 20 dias.

 

“Nós vamos discutir os grandes temas. Mas a prioridade “zero” será a regulamentação da Lei Kandir que deve chegar no Congresso até a primeira quinzena de março. E isso será a nossa prioridade para discutir uma compensação justa para Mato Grosso”, disse.

 

“Esse é um tema que envolverá a bancada agropecuária e demais Estados. Mas Mato Grosso pode ser protagonista neste debate, devido a importância da nossa produção para o país”, completou.

 

O governador Mauro Mendes (DEM) também participou do jantar. “Quando me indicaram liguei para o governador e alinhamos a nossa atuação para ajudar o governo a conquistar recursos importantes para o Estado”, afirmou Neri Geller.

 

Além de Geller e Mendes, participaram do jantar, os deputados Leornardo Albuquerque (SD), Carlos Bezerra (MDB), Emanuelzinho (PTB), Juarez Costa (MDB), Rosa Neide (PT) e os senadores Wellington Fagundes (PR) e Jayme Campos (DEM).

 

 

 

 

Crédito: Gazeta Digital

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *